18,8 mil são convocados para regularizaração no Bolsa Família

aluno_medindoA Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campina Grande está convocando 18.836 famílias beneficiárias do “Bolsa Família” no município para a regularização do acompanhamento de saúde exigido pelo programa. Os usuários têm até o próximo dia 15 de junho para atualizar o cartão vacinal e o acompanhamento do crescimento das crianças com idade até sete anos. Quem não cumprir a exigência poderá ter o benefício suspenso.

As mulheres na faixa de 14 a 44 anos também devem fazer o acompanhamento, enquanto grávidas ou mulheres em fase de amamentação devem realizar o pré-natal e o acompanhamento da sua saúde e do bebê. A exigência é do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e está prevista entre as condicionalidades do “Bolsa Família”.

Para efetuar a regularização, as famílias devem procurar o posto de saúde mais próximo de sua casa e onde já estejam cadastradas para fazer o acompanhamento e a vacinação. No ato da regularização, os pais ou responsáveis devem levar as crianças para realizar o acompanhamento de saúde, apresentando o cartão do “Bolsa Família”, documento de identidade com foto e a certidão de nascimento da criança.

“É fundamental que a mãe leve o cartão do ‘Bolsa Família’, pois a regularização só pode ser feita a partir do Número de Identidade Social (NIS), que consta no cartão. É preciso que as mães se conscientizem e procurem os serviços de saúde o mais rápido possível”, explica Janine Gomes, coordenadora de Vigilância Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal de Saúde, gestora do perfil social do programa.

Se a família ainda não estiver sendo acompanhada por uma equipe do Programa Saúde da Família (PSF) poderá se regularizar nos centros de saúde instalados nos bairros do Catolé, Bela Vista, Palmeira e Liberdade e no distrito de São José da Mata, além do Centro de Saúde Francisco Pinto, no centro da cidade. A policlínica das Malvinas e a unidade mista do distrito de Galante também estão realizando a regularização.

 Além das exigências de saúde, as famílias também devem cumprir exigências em outras áreas, como garantir a freqüência escolar das crianças acima de 85% da carga horária mensal.

ESTATÍSTICAS

Campina Grande possui atualmente 27.753 famílias cadastradas no programa “Bolsa Família”. Desse total, apenas 8.917 famílias estão regularizadas quanto às exigências de saúde, o que representa uma cobertura de 32,13%. “Nossa meta é até 15 de junho atingir o mais próximo possível de 100% de famílias regularizadas, garantindo que essas crianças recebam o acompanhamento de saúde que é tão importante para seu desenvolvimento e que as famílias não percam o benefício”, conclui Janine Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO