Alpa Bem Fazer realiza mais de 400 atendimentos em escola municipal

O projeto Alpa Bem Fazer, do Instituto Alpargatas, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Seduc), realizou cerca de 410 atendimentos de beleza e saúde, na manhã deste domingo, 24, na Escola Municipal Professora Maria Anunciada Bezerra, no bairro das Três Irmãs.

Além dos atendimentos, os voluntários do projeto também realizaram reparos na estrutura da escola, como pintura de portas e paredes, além de reparos na parte elétrica e no telhado.imagem

Entre os atendimentos oferecidos, estava o serviço de manicure, que atraíram muitos moradores da comunidade. Como é o caso da dona de casa Maria Eliete da Silva, 45 anos, que tem uma filha que estuda na escola e aproveitou o domingo para cuidar da beleza.

“É muito bom esses serviços que vem até o nosso bairro, porque a gente às vezes não tem tempo pra fazer as unhas e hoje temos esse serviço aqui na escola”, salientou.imagem

O evento também ofereceu a aplicação de vários tipos de vacinas, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde; o serviço de corte de cabelo, realizado por cerca de dez cabeleireiros; o plantio de árvores, com o apoio da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma); além do serviço de escovação bucal, realizado pelo Sesi, que também fez a entrega de kits de higiene bucal.

Um dos serviços que mais chamaram a atenção da comunidade escolar, foi a instalação de um espaço de leitura feito apenas com materiais recicláveis.

imagem

O espaço foi construído por voluntários da empresa Alpargatas, que se organizaram em Grupos de Ação Ideal Voluntário (GAIVs). “Foram muitas mãos. Muitas pessoas se doaram para o sucesso da escola”, frisou a coordenadora de projetos do Instituto Alpargatas, Vera Apolinário.

Para a coordenadora de educação da Seduc, Izabel Veiga, o projeto aproxima a comunidade da escola e valoriza o voluntariado.

“A escola se sente bastante valorizada porque é um trabalho em que se destaca a iteração entre os voluntários, alunos e a própria comunidade. Isso traz a comunidade para a escola, que acaba ficando mais conhecida, tendo em vista que muita gente não tem essa oportunidade de vivenciar a rotina da escola”, pontuou.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO