Alunos de escola municipal vivem e revivem a história

biliu_esc_manoel_mottaO exercício da cidadania, dentre outros aspectos, envolve a prática da pesquisa e do estudo como forma de assegurar o acesso ao conhecimento. Desta forma, com o objetivo de proporcionar aos alunos a oportunidade de conhecerem o município e suas peculiaridades por ocasião dos 150 anos de emancipação política da cidade, a Escola Municipal Manoel Francisco da Motta desenvolveu o Projeto “Campina Grande 150: vivendo e revivendo nossa história”.

A mostra pedagógica foi realizada nesta sexta-feira (21), nos turnos da manhã e tarde. Nesta perspectiva, os projetos desenvolvidos nas salas de aula promoveram o resgate dos marcos históricos da cidade, bem como a valorização da riqueza cultural, econômica e social, além de favorecer a formação da própria identidade.

A mostra pedagógica contou com a participação das gestoras Maria do Socorro Araújo e Nivonete Freire, da equipe pedagógica formada por Janaína Regis, Christiane de Fátima, Dinalva Rodrigues e Janilde Cordeiro, das professoras e alunos da escola. O cantor Biliu de Campina, que foi tema de um dos projetos, participou das apresentações culturais da mostra e recebeu uma homenagem da gestora Socorro Araújo.

Cada turma da escola desenvolveu um projeto ligado à história da cidade. O pré-escolar I trabalhou com o tema “Bodocongó: Riquezas históricas dentro de Campina Grande”; O pré-escolar II, “Parque da Criança: Recanto de natureza e infância”; e o 1º ano apresentou o projeto “O Maior São João do Mundo”.

Já o projeto do 2º ano foi “A essência de um artista campinense – Biliu de Campina” – e “Museus de Campina Grande”; 2º ano – “Feira Central de Campina Grande”; 3º ano – “Governaram Campina”; 3ª ano – “Pioneiros da Borborema”; 4º ano – “Radiofonia Campinense”; 4º ano – “Nosso tempo, nossa história”; 5º ano – “Campina Grande em Arte e Cultura”; e a turma do Atendimento Educacional Especializado (AEE) trabalhou o projeto “Resgate histórico por imagens”.

Para desenvolver as atividades, além da pesquisa histórica, visitas aos pontos turísticos, cada aluno desenvolveu a produção escrita dos lugares. A turma do AEE, através das imagens e das modificações dos ambientes, fez a reprodução através de desenhos e da escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO