Após interdição, STTP libera tráfego de veículos na Rua Vigário Calixto

sttp_interdicao_catoleA Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Gerência de Trânsito da STTP, informou que o tráfego de veículos no cruzamento das ruas Vigário Calixto e Rua João Quirino, no bairro do Catolé, já está liberado desde as primeiras horas da manhã deste domingo.

A interdição naquele trecho ocorreu devido a uma cratera no asfalto provocada pelas fortes chuvas caídas na cidade desde o inicio da noite do sábado. Durante a operação, quatro equipes de agentes de trânsito se mobilizaram para conter o fluxo de veículos naquele cruzamento, que recentemente teve o asfalto cortado para serviços de ampliação do gasoduto.

Ainda no Catolé, equipes da STTP também estiveram em operação na área da rotatória do INSS, e no cruzamento da Avenida Elpídio de Almeida com Rua João Quirino, onde houve muito acúmulo de água.

De acordo com o gerente de trânsito da STTP, Patrício Ramon, muitas ruas de Campina ficaram passíveis de aquaplanagem, o que exigia dos condutores de veículos muita prudência e cautela. “Nossas equipes estiveram trabalhando, desde as primeiras horas das chuvas até por volta das 02h da manhã, mas não houve gravidade em nenhuma das ocorrências. O trabalho transcorreu com muita dedicação dos agentes, garantindo a eficácia da operação”, disse Ramon.

Já na manhã deste domingo, equipes da STTP registraram a queda de uma árvore (algaroba) por cima de um abrigo de ônibus, na Rua Osvaldo Cruz, no bairro do Centenário.

Neste período de chuvas, a STTP recomenda aos condutores cuidados redobrados, principalmente com as condições de seus veículos, verificando os pneus, que não podem estar “carecas”, pois perdem tração. O motorista deve, ainda, manter distância dos outros veículos, manter os faróis acesos, reduzir a velocidade, principalmente em curvas e retornos, e usar sempre as setas de sinalização, sem esquecer o uso do cinto de segurança.

 A STTP informa à população que disponibiliza o telefone 3341 1517, com equipe de plantão para atendimento às ocorrências de urgência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO