Atendimento para tuberculose e hanseníase muda de endereço

saude_testeO serviço de referência em tuberculose e hanseníase começou a funcionar, a partir desta terça-feira, 10 de junho, em novo endereço. O atendimento foi transferido para uma nova sede, localizada na Avenida Rio Branco, nº 584, no bairro da Prata, no prédio onde funcionava o Capsinho. As instalações ficam ao lado do antigo Serviço Municipal de Saúde, onde o serviço para tuberculose e hanseníase funcionava anteriormente.

A mudança não deve gerar problemas no atendimento, já que os usuários cadastrados foram avisados sobre a transferência com antecedência, segundo informou a coordenadora municipal de Controle da Tuberculose e Hanseníase, Jane Eire Rocha. “O serviço está funcionando ao lado do antigo endereço, o que facilita a identificação de quem procura o atendimento. O local está sinalizado e tomamos o cuidado de informar os usuários antecipadamente”, explicou.

O serviço de referência é responsável pelo diagnóstico e tratamento dos casos de tuberculose e hanseníase notificados no município, garantindo a oferta medicação e o acompanhamento multidisciplinar para cada caso. A equipe é composta por médico, enfermeiros, técnico de enfermagem, assistentes sociais e fisioterapeuta, além da equipe de apoio logístico e administrativo.

O setor realiza cerca de 900 atendimentos por mês, variando de acordo com a demanda. Em 2013, foram diagnosticados e notificados 146 novos casos de tuberculose no município e um óbito em decorrência da doença no mesmo período. Também durante o ano passado foram realizadas 2.683 baciloscopias, teste usado para diagnosticar a tuberculose.

No serviço de referência é também feita a entrega dos medicamentos diretamente aos portadores de tuberculose e hanseníase cadastrados, bem como a distribuição da medicação para os postos de saúde da rede de atenção básica nas localidades onde há pacientes em tratamento para uma das duas doenças.

LABORATÓRIO 

A nova sede também está sendo preparada para receber o laboratório, que realiza, entre outros serviços, o teste de baciloscopia para o diagnóstico da tuberculose. O Serviço de Referência também vai disponibilizar o Teste Rápido Molecular (TRM), método capaz de detectar a presença do bacilo causador da tuberculose em apenas duas horas. O equipamento ainda tem a capacidade de identificar se o usuário possui resistência ao antibiótico rifampicina, usado no tratamento da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO