Banco de Leite do Isea recebe certificação de excelência no atendimento

bancodeleiteO desempenho do atendimento do Banco de Leite Humano Dr. Virgílio Brasileiro, que funciona no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea, foi certificado com o padrão ouro pelo Programa Iberoamericano de Bancos de Leite Humano, do Ministério da Saúde e Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz. O resultado da certificação, divulgada nesta sexta-feira, 06, corresponde à avaliação da qualificação dos profissionais do setor, quantidade de equipamentos e da qualidade dos serviços prestados durante o ano de 2014.

Para a coordenadora do Banco de Leite Humano do Isea, Alane Tavares, a certificação é o reconhecimento das mudanças significativas feitas no serviço a partir do ano de 2013. Ela destaca que a formação da equipe multiprofissional foi uma das principais ações que garantiram os avanços no setor. “Encontramos o serviço praticamente parado, com apenas duas técnicas de enfermagem, uma assistente social e uma bioquímica. Hoje, a equipe está completa, contando com treze profissionais, incluindo no quadro nutricionistas, enfermeiros e fisioterapeutas”, revelou.

De acordo com Alane, a ampliação do número dos profissionais envolvidos no trabalho possibilitou o melhor atendimento às mães doadoras e, consequentemente, um controle mais rígido da qualidade do leite ordenhado. “Com a equipe formada e qualificada, pudemos criar normas e rotinas para o serviço. A partir desse ponto, também conseguimos adequar o espaço, que antes funcionava apenas em um salão único, colocando divisórias para estabelecer o fluxo de atendimentos, de acordo com legislação que rege o funcionamento dos bancos de leite humano no Brasil”, explicou a coordenadora.

Ao avaliar a certificação recebida pelo Banco de Leite Humano do Isea, a secretária municipal de saúde, Lúcia Derks, destacou outros incentivos da Prefeitura para aprimorar o desempenho do serviço, como a disponibilização de um automóvel exclusivo para que os profissionais pudessem fazer a coleta domiciliar diariamente. “A qualificação do Banco de Leite Humano do Isea é o resultado da política eficiente de humanização dos serviços municipais de saúde de Campina Grande, que tem sido uma das prioridades prefeito Romero Rodrigues”, assegurou.

Resultados – A mudanças que vêm sendo realizadas no Banco de Leite Humano do Isea, que deverá passar por uma reforma em sua estrutura física nos próximos meses, estão sendo decisivas para salvar vidas de centenas de crianças paraibanas. Até o mês de outubro deste ano, por exemplo, mais de 700 recém-nascidos foram amamentados com o leite das doadoras do serviço. No mesmo período, 1.320 mães foram cadastradas no programa de doação e, juntas, elas doaram 1.244 litros de leite materno.

Também até o mês passado, a equipe do Banco de Leite Humano já realizou mais de 2 mil visitas domiciliares, contra 1.417 feitas durante todo o ano de 2013 e apenas 119 praticadas em 2012. Os dados são da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano e mostram ainda o crescimento no número de atendimentos individuais e de grupo promovidos pelo serviço da maternidade de Campina Grande. Em 2012, foram 290 atendimentos individuais e 261 ações de grupo. No ano seguinte, os números saltaram para 11.603 e 564, respectivamente.

bancodeleite_tabela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO