Campanha “Campina Recicla Lixo Eletrônico” é lançada e mobiliza sociedade

lixo_eletronicoA campanha “Campina Recicla Lixo Eletrônico”, que tem o objetivo de coletar equipamentos eletrônicos descartados, foi lançada oficialmente na manhã desta terça-feira, 2, em solenidade realizada no Centro de Tecnologia Educacional (antigo Museu Vivo da Ciência), onde funciona a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do município. Além da sua meta ecológica, a campanha tem caráter social, pois vai contribuir para a reforma do prédio do tradicional Instituto dos Cegos. Anualmente, cerca de 3 milhões 150 mil quilos de lixo eletrônico são gerados em Campina Grande.

Com a presença de dezenas de estudantes, a solenidade foi marcada pela apresentação de vídeos educativos, destacando a importância da preservação do meio-ambiente. Quem falou primeiro foi a coordenadora do projeto, Elisa Custódio, destacando os objetivos e a importância do trabalho de reciclagem do lixo eletrônico.

Logo em seguida, fez pronunciamento o diretor do Instituto dos Cegos, John Queiroz, que agradeceu ao governo municipal pela realização de uma atividade destinada a levantar recursos para a instituição. Isto porque tudo o que for coletado será entregue ao Instituto dos Cegos, que venderá os equipamentos à empresa Ecobrás, especializada neste tipo de material e que dará destinação final ao lixo eletrônico.

Já o secretário Hércules Lafite, que na solenidade representou o prefeito em exercício, Ronaldo Cunha Lima Filho, informou ter sido instalado um Eco-ponto de coleta na sede da Secretaria de Ciência e Tecnologia, onde a população poderá depositar (das 7h às 11h e das 13h às 17h) tudo que for considerado lixo eletrônico, como computadores, celulares, câmeras e outros equipamentos. Mais dois eco-pontos funcionarão no Parque da Criança e no Terminal de Integração.

Ele destacou a importância desta ação da gestão municipal, considerando os prejuízos causados pela destinação inadequada dos equipamentos descartados. Com o elevado uso desses equipamentos no mundo moderno, este tipo de lixo tem se tornado um grande problema ambiental, quando não descartado em locais adequados.

Segundo o secretário, paralelamente à coleta do material, será realizada uma campanha, denominada “Recicla Campina 2015”, com o objetivo de conscientizar a população sobre a destinação do lixo eletrônico, visando combater a poluição e preservar o meio ambiente. A campanha será desenvolvida também em escolas, associações de bairros e outras instituições, para que possa atingir toda a população.

Lafite informou que, no primeiro momento, serão coletados os produtos da chamada linha ‘Marrom e Verde’, que se constitui nos resíduos de materiais produzidos pelo descarte de equipamentos eletrônicos, como monitores de computadores, computadores, impressoras, teclados, telefones celulares e câmeras fotográficas. Em uma segunda etapa, deverão ser coletados outros artigos, numa parceria com a Coordenadoria de Meio Ambiente, com a denominada ‘Linha Branca’, que inclui geladeiras e outros eletroeletrônicos.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO