Campanha de vacinação contra febre aftosa prossegue nesta semana em Galante

fabio_vacinacao_aftosaA segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa prossegue em Campina Grande.  Até o dia 27 de novembro, as equipes percorrerão comunidades localizadas na zona rural campinense. No distrito de Galante, a campanha de vacinação será mantida até o próximo dia 12 de novembro. Nesta terça-feira, dia 10, os trabalhos acontecem nas comunidades Várzea do Arroz, Surrão dos Poços, Brito, Lagoa do Surrão, Chã dos Tavares e Fazenda Galante.

Na quarta-feira, 11, a campanha será levada às localidades Tatú de Baixo, Amorim, Deserto e Fazenda Santa Maria. Já no dia 12, serão atendidas as comunidades Jorge de Baixo, Jorge de Cima, Caridade, Torre, Luango, Fazenda Ubaia e Fazenda Floresta.

A campanha é desenvolvida pela Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri), tendo a coordenação de Gláucio Maracajá, também coordenador do Serviço de Inspeção Municipal e do Programa de Inseminação Artificial.

A iniciativa tem a determinação e orientação do prefeito Romero Rodrigues, preocupado em proporcionar o máximo de assistência às comunidades da zona rural de Campina Grande, beneficiando a quem se dedica a atividades como pecuária e agricultura.

Por isso, nesta etapa, na qual é obrigatória a vacinação dos rebanhos bovino e bubalino, a Prefeitura Municipal custeará 100% das doses vacinais. Serão duas equipes de vacinadores, que estarão percorrendo todo o município no mês de novembro, seguindo calendário pré-estabelecido.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Fábio Medeiros, a campanha será satisfatória, pois um grande esforço está sendo desenvolvido no sentido de atender às comunidades rurais de Campina Grande. “Com certeza teremos sucesso em mais esta iniciativa, a exemplo de tantas outras ações já implementadas ou em fase de execução em todo o município”, afirmou.

Por sua vez, o coordenador da campanha, Gláucio Maracajá, disse que a Prefeitura de Campina Grande é a única da Paraíba que disponibiliza, ao mesmo tempo, vacinas e equipes para a realização da campanha de vacinação contra febre aftosa. De acordo com Gláucio, as campanhas de “vacinação obrigatória” ocorrem de 6 em 6 meses, a partir do primeiro dia de vida dos animais.

A campanha de vacinação faz parte do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA). Esse programa tem como estratégia principal a implantação progressiva e manutenção de zonas livres da doença, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO