Campina realiza “Dia D” de combate à dengue e à febre Chinkunguya

dengueA Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizará no próximo sábado, 7, o “Dia D” de combate à dengue e à febre Chikungunya. A ação, que faz parte da mobilização nacional contra essas doenças, acontecerá na Feira Central. Durante esta semana, que antecede o “Dia D”, várias atividades educativas estão acontecendo em outros pontos da cidade.

As ações do sábado começarão às 8h e vão até o meio-dia. As equipes da Vigilância Ambiental, da Secretaria Municipal de Saúde, vão orientar os feirantes e consumidores quanto aos cuidados para prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Para isso, os profissionais de saúde vão contar com o apoio da rádio difusora, que funciona no local, para divulgar as informações sobre prevenção.

Um estande será montado no espaço para que as pessoas possam conhecer e identificar, em casa, as larvas do mosquito. Os Agentes de Combate às Endemias (ACEs) ainda vão mostrar a situação da dengue no município e fazer um alerta para a necessidade da precaução. Equipes da Vigilância Sanitária também ensinarão aos feirantes como conduzir os produtos e alimentos comercializados no espaço.

A gerente de Vigilância Ambiental do município, Rossandra Oliveira, declarou que o trabalho ostensivo dos Agentes de Combate às Endemias, inclusive na zona rural, fez cair de 1.350 para 400 o número de casos confirmados de dengue, no comparativo entre 2013 e 2014. Com relação à febre Chikungunya, o município ainda não registrou nenhum caso confirmado da doença.

 Desde a última segunda-feira, 2, equipes da Vigilância Ambiental estão visitando as UBS dos bairros que apresentaram os maiores índices de infestação do mosquito da dengue. Em parceria com as Equipes de Saúde da Família, os agentes estão levando informações aos usuários da Atenção Básica para prevenir e tratar a doença. Nesta quinta-feira, 5, as palestras educativas serão na Unidade Básica da Saúde do sítio Estreito.

“Estamos convocando a sociedade de modo geral para a luta contra o mosquito, principalmente nesta época de racionamento em função do uso de água parada de reservatórios. Estamos com essa campanha em igrejas, escolas, imprensa e comunidade, mostrando a necessidade de prevenção e do recebimento dos agentes em casa para verificar o perigo de infestação do mosquito”, disse Rossandra Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO