Casa da Gestante de Campina Grande terá sede própria

casa_gestanteImplantada pela Prefeitura Municipal de Campina Grande em setembro de 2013, a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea, vai ganhar sede própria. O serviço, que funcionava num imóvel alugado próximo da maternidade, agora terá estrutura nova, construída dentro do complexo do Isea, com mais espaço e conforto para as usuárias. A inauguração das novas instalações vai acontecer nesta sexta-feira, 11, às 10h.

Com capacidade para vinte leitos, a nova sede da Casa da Gestante possui cinco dormitórios com área de sol, sala de convivência, sala de ordenha, cozinha, lavanderia, administração e repouso para equipe de saúde. A estrutura tem 410 m² de área construída e foi financiada pelo Ministério da Saúde, com contrapartida do Município. O investimento é da ordem de R$480mil. Desde de 2013, a Prefeitura já investiu mais de R$ 3 milhões em obras no Isea, que ganhou 38 novos leitos nos últimos 3 anos.

A Casa da Gestante de Campina Grande foi a primeira da Paraíba implantada dentro padrões da Rede Cegonha do Ministério da Saúde. Com a estrutura que lembra uma  residência normal, a proposta da unidade é humanizar o atendimento na maternidade pública. No local são atendidas mulheres de dezenas de municípios paraibanos que precisam utilizar os serviços Isea. As mães podem ficar hospedadas enquanto aguardam os bebês que estão internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal – UTNI.

Somente no ano passado foram 240 mulheres foram utilizaram o serviço, que também recebe recém-nascidos. São bebê que tiveram pré-alta, mas que não podem voltar às suas cidades de origem ou que necessitam de acompanhamento em saúde próximo a uma maternidade de alta complexidade.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO