CER inicia programação alusiva ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

Nesta quinta-feira, 21 de setembro, será celebrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Em alusão à data, o Centro Especializado em Reabilitação de Campina Grande (CER) está realizando uma programação para comemorar os avanços na qualidade dos atendimentos às pessoas com deficiência na cidade.

Nesta quarta-feira, 20, no período da manhã, será realizada uma oficina de terapia ocupacional para as famílias com crianças acometidas pela Síndrome Congênita do Vírus da Zika. As famílias terão a oportunidade de aprender ainda mais sobre exercícios e atividades que estimulam o desenvolvimento das crianças.

Já na quinta-feira, 21, será servido um café da manhã para familiares das pessoas atendidas no CER e realizada uma ação de cidadania, humanização e conscientização ambiental com o plantio de árvores no Centro. À tarde, terá palestra sobre direito das pessoas com deficiência e recreação com os Doutores do Sorriso.imagem

Campina Grande tem se destacado no auxílio a pessoas com deficiência. O CER, que foi habilitado pelo Ministério da Saúde, já ultrapassou os 14 mil atendimentos em 2017. A unidade realiza o tratamento de pessoas com os quatro tipos de deficiência (auditiva, visual, física e intelectual), e atende pacientes de 150 municípios paraibanos.

O CER, antiga AACD, foi municipalizado no ano passado. Ele atende crianças e adultos com deficiências crônicas ou adquiridas. Os atendimentos infantis contemplam os pacientes de lesão por AVC, doença neurológica, mielo, paralisia cerebral, poliomielite e doenças raras (como ELA, AME e mucopolissacaridose). A clínica adulta atende lesionados por AVC, lesionados de medula e amputados.

O Centro oferece atendimentos em fisioterapia, fonoaudiologia, fisiatria, otorrinolaringologia, ortopedia, psicologia, assistência social, neurologia, terapeutas ocupacionais e pedagogos, entre outras especialidades. As pessoas com má formação congênita, doenças neurológicas e amputadas recebem órteses e próteses confeccionadas na oficina da unidade.imagem

“Nós estamos contribuindo de forma muito significativa para a vida das pessoas com deficiência. Estamos lançando um olhar mais humanizado sobre elas e fazendo com que as famílias também lancem esse olha mais humanizado sobre seus familiares com deficiência, além de proporcionar tratamento e inclusão social. São famílias que, anteriormente, não tinham esse centro como referência que poderiam buscar e ser acolhidos e que seus familiares pudessem ser atendidos de forma humanizada”, disse a diretora do CER, Edna Silva, que também é mãe de criança com deficiência.

Outra unidade que tem contribuído para a recuperação de pessoas com deficiência é o Centro Regional de Reabilitação e Assistência em Saúde do Trabalhador (Cerast), que atende pessoas com deficiências em função de doenças ou acidentes de trabalho e oferece toda a estrutura para reabilitação.

imagem

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO