Cidade se transforma em modelo na inspeção de produtos de origem animal

seagri_estudantesCampina Grande agora é referência na Paraíba em relação ao Serviço de Inspeção Municipal de Alimentos e Produtos de Origem Animal (SIM), coordenado pela Secretaria Municipal de Agricultura. Prova disso é que nesta sexta-feira, 12, aconteceu, no Abatedouro Vera Cruz, no bairro do Itararé, a quarta visita de estudantes do Curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Campina Grande , Campus de Patos. Os estudantes acompanharam todo o trabalho desenvolvido pelos veterinários e técnicos do SIM, destinado a garantir que a população receba carne bovina de boa qualidade.

O grupo da cidade de Patos foi recebido pelo secretário de Agricultura, Fábio Medeiros, além do médico-veterinário Gláucio Maracajá. Segundo o veterinário, o serviço começa com a chamada “inspeção antimortem” (chegada de animais, com verificação completa da saúde dos bovinos), até a ida do produto ao mercado fornecedor de carnes. “Trata-se de um órgão fiscalizador. Com isso, o abatedouro, como um estabelecimento privado, fica submetido à fiscalização municipal. Estamos aqui para proteger a saúde da população”, assegurou.

De acordo com Gláucio, o SIM voltou a cumprir plenamente o seu papel na gestão do prefeito Romero Rodrigues, tendo estabelecido parcerias com órgãos como Vigilância Sanitária e Secretaria de Serviços Urbanos (Sesuma). “Atuamos dentro dos rigores da legislação em vigor, além das próprias exigências quanto ao padrão de qualidade preconizado pelo Ministério da Agricultura”, explicou.

Conforme o veterinário, o Abatedouro Vera Cruz é, desde 2000, o único credenciado na cidade, sendo de propriedade de Sebastião Alexandrino Melo, conhecido como Menininho. O local tem servido frequentemente como palco para aulas práticas de estudantes de vários cursos de Veterinária da região, numa ação que conta com o apoio e acompanhamento da equipe da Secretaria de Agricultura.

Para a professora Nara Medeiros, da UFCG, este tipo de aula prática é de grande importância para a boa formação profissional dos futuros médicos veterinários. Segundo ela, graças ao apoio da direção do abatedouro e da gestão municipal, “mais um grupo de 20 alunos de Medicina Veterinária tem a oportunidade de aliar teoria e prática, sobretudo quanto ao estudo e conscientização da importância da inspeção animal e a garantia de carne de qualidade para o consumidor”.

Quem também se revelou satisfeito foi o estudante Renan Morais, que destacou a importância de conhecer como se desenvolve o trabalho em um abatedouro. “Fico impressionado com a organização dos currais, o cuidado dos profissionais com os animais e outras ações que resultam em produtos de excelente qualidade para o consumo do público. Conheço a realidade de abatedouros da minha região (Sertão), mas o que vem sendo feito em Campina Grande é modelo para todos nós”, disse.

Para o secretário Fábio Medeiros, a presença de estudiosos de outras regiões que comparecem a Campina Grande com o intuito de conhecer o trabalho de inspeção animal demonstra o êxito da política municipal deste setor. Em sua visão, a gestão municipal é exemplo para a Paraíba, sendo evidente a preocupação do prefeito Romero Rodrigues com mais esta questão vital de saúde pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO