Comércio campinense tem saldo positivo de 257 postos de trabalho abertos de janeiro a julho

Dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (CAGED-MTE), mostram que o comércio de Campina Grande teve saldo positivo de 257 novos postos de trabalho, abertos de janeiro a julho deste ano, sendo este seguimento um diferencial no atual momento de crise administrativa e econômica pelo qual passa o Brasil.

Segundo o CAGED-MTE, João Pessoa obteve, no mesmo período, 1.324 postos de trabalho desativados no setor. Já na construção civil, Campina mostra um déficit de 1.158 demissões a mais que admissões, sendo este seguimento o grande vilão dos resultados na política exercida pela Prefeitura Municipal no enfrentamento à crise  nacional.

Já em João Pessoa, o déficit na construção civil é acima dos 2.649 empregos desativados, quantitativo que faz Asfora Neto, coordenador do Sistema Nacional de Empregos de Campina Grande (SINE-municipal) destacar o diferencial da Rainha da Borborema. “Mesmo diante da instabilidade e com déficits iguais, em parte, com o restante do Brasil, Campina Grande consegue, no seguimento comercial, aliviar a tensão do mercado de empregos, sendo este diferencial fruto de políticas coerentes e direcionadas ao desenvolvimento da cidade, mesmo diante da crise que castiga nosso país”, ressaltou.

O Sine municipal foi responsável pela colocação de 3.038 pessoas no mercado de trabalho, de um total de 13.245 admissões na cidade, entre janeiro e julho deste ano, nos mais variados seguimentos, destacando-se, neste patamar, o comércio, um dos aportes de saída da atual crise em prol do desenvolvimento da cidade.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO