“Dia D” deu início à campanha contra poliomielite e sarampo

dia_D_vacinacao A campanha nacional contra a poliomielite e o sarampo foi iniciada em Campina Grande no último sábado (8) com um “Dia D” de vacinação em várias Unidades Básicas de Saúde e Centros de Saúde. A campanha segue até o dia 28 com outro “Dia D” de vacinação em 22 de novembro.

No primeiro dia foram imunizadas 4.894 crianças contra a pólio e 4.440 contra o sarampo. “A realização do Enem pode ter inibido um pouco a participação das pessoas, mas já foram vacinadas em torno de 19% das crianças e até o fim do mês atingiremos a meta de 95% das crianças do nosso município vacinadas”, explicou a secretária adjunta de Saúde, Eudézia Damasceno.

A gotinha contra a poliomielite é disponibilizada para bebês de seis a doze meses, enquanto que a “furadinha” é a injeção da tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba e é disponibilizada para crianças de um ano a quatro anos e doze meses. A criança de doze meses pode tomar as duas vacinas.

dia_D_vacinacao1A funcionária pública Edna Maria optou pela estratégia de oferecer um brinquedo para o neto Henrique para que ele aceitasse a injeção. “Eu sei que é importante vacinar porque passei pelo período em que essas doenças eram comuns e tenho ciência de como são complicadas”, relatou Edna.

Ela tem razão. Há muitos anos não há registros no país de casos de poliomielite, a chamada paralisia infantil, e o sarampo em Campina Grande desde 1975 não tem casos registrados, mas este ano já foram diagnosticados pacientes com a doença no Nordeste. “São mais de 500 casos em Pernambuco e no Ceará. Por isso, os pais precisam participar da campanha”, disse Eudézia.

Até o fim da campanha, a Secretaria espera vacinar mais de 34 mil crianças contra a pólio e mais de 26 mil contra o sarampo. As mães podem ir a qualquer unidade levando o cartão de vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO