Diretores da Ibrava visitam terreno e elogiam postura da PMCG

romero_ibrava1Logo após a solenidade realizada no Palácio do Bispo, nesta quarta-feira, 13, o prefeito Romero Rodrigues ciceroneou os diretores da Ibrava – Indústria Brasileira de Veículos Automores, em uma visita ao terreno localizado no Complexo Aluízio Campos, no bairro do Ligeiro. No local, a Ibrava disponibilizará de uma área total de 20 hectares para construção da montadora de ônibus convencionais e microônibus.

O diretor executivo da Ibrava, Eurico Quintela, disse que a área contempla, perfeitamente, os objetivos e o projeto da empresa para o município. “Haverá área coberta, parte de estoque e abastecimento, além de uma pista de testes e área para manobra dos veículos”, informou. Quintela disse, ainda, que a construção da montadora deverá ser concluída no segundo semestre do próximo ano.

Antes da visita, Quintela havia ressaltado as condições favoráveis que resultaram na decisão da diretoria da Ibrava por implantar a montadora em Campina Grande. “Fomos assediados por outras regiões. Mas, Campina nos acolheu de uma maneira excepcional. As condições de negociação nos surpreenderam pela forma objetiva, tanto política quanto economicamente. O tratamento fez toda a diferença”, explicou.

A visita ao terreno, no bairro do Ligeiro, foi acompanhada por secretários municipais, vereadores, empresários e representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande. Segundo o prefeito Romero Rodrigues, a área destinada à construção da montadora ficará ao lado do conjunto habitacional onde serão construídas 4,1 mil casas.

“Temos assegurados recursos para dotar a área de completa infraestrutura, inclusive com estação elevatória de esgotos. Portanto, a infraestrutura destinada às moradias contemplará, também, a montadora”, afirmou o prefeito. Os recursos para infraestrutura da área são de R$ 22 milhões, sendo que R$ 12,5 milhões já estão assegurados.

Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Luiz Alberto Leite, a instalação de uma montadora como a Ibrava representa um marco importante para a história de Campina, sobretudo em função grandiosidade e porte da empresa. “É um dia marcante. Pode-se dizer que a instalação da Ibrava é semelhante ao surgimento da antiga Escola Politécnica, anos depois transformada em universidade. Dessa mesma forma, começa hoje o Complexo Empresarial Aluízio Campos, um empreendimento que, com certeza, mudará o desenvolvimento econômico de Campina Grande”, afirmou.

Para o vereador Nelson Gomes Filho, presidente da Câmara Municipal, a instalação da Ibrava representa um avanço significativo não apenas à economia de Campina Grande, mas todo o estado da Paraíba. “Ganha a cidade de Campina Grande e toda a Paraíba porque haverá demanda de empregos para todo o estado, beneficiando desde o litoral até o sertão”, lembrou. De acordo a diretoria da Ibrava, com a instalação da empresa deverão ser gerados entre 1,5 mil e 2 mil empregos diretos e indiretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO