Divulgado pela STTP relatório de acidentes de trânsito com redução de 10%, após 12 meses de implantação das lombadas eletrônicas

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da STTP, apresentou durante coletiva de imprensa, na manha nesta quinta-feira, 28, o relatório de resultados dos dados estatísticos referentes a 2017, com uma redução de 10% dos acidentes de trânsito, após 12 meses de implantação das lombadas eletrônicas.

A explanação do relatório foi apresentada pelo superintendente Félix Neto, auxiliado pelo gerente de trânsito, Daniel Araújo, e pelo chefe do setor de estatísticas, Erivaldo Araújo, contando ainda com as presenças do vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, e de demais gerentes e chefias de setores da STTP.imagem

Após 365 dias da implantação da Fiscalização Eletrônico no município de Campina Grande, o estudo comparativo do Antes e Depois que analisa os fatores de segurança viária (Número de acidentes, Vítimas Fatais, Acidentes com Motocicletas e Atropelamentos de Pedestres)  mostra que:

Nos locais específicos onde foram implantados os equipamentos, todos os fatores apresentaram resultado positivo, dado a redução ou estagnação; a única exceção foi dos atropelamentos de pedestres no cruzamento de Assis Chateaubriand com Odon Bezerra por ter ocorrido um a mais que mesmo período anterior. Em termos gerais, observou-se Redução de 63% no nº total de acidentes com destaque para o Subway(-100%) e o Cruzamento da Renault (-87%); Redução 100%(-2) nos acidentes com vítimas fatais destacando-se o cruzamento da Rodrigues Alves com Siqueira Campos(-1) e Maxxi Supermercado (-1); Redução de 66% nos acidentes com motocicletas com destaque para o cruzamento da Severino Bezerra Cabral com Raimundo Nonato (Renault) (-93%) e Motel Xavante (-80%).imagem

E por fim, Redução de 67% nos atropelamentos de pedestres destacando-se os locais: Rodrigues Alves com Siqueira Campos, Severino Cruz com Miguel Couto,  Maxxi Supermercado e Motel Xavante por todos terem reduzido em 100% os atropelamentos em comparação como o meso período antes da fiscalização.

Quanto aos corredores principais, foi concluído que estes, também apresentaram resultados positivos dado que 6 dos 8 corredores apresentaram redução em pelo menos 75% nos fatores de segurança viária. A exceção ficou por conta do Corredor da Manoel Mota por ter apresentado aumento em todos os fatores.imagem

Para o superintendente Félix Neto, os resultados são satisfatórios graças as ações implementadas pela Prefeitura com projetos de melhorias viárias. “A STTP tem três formas de agir e que vem rendendo frutos oriundo de um trabalho em equipe e gestão, seja nas campanhas educativas, a exemplo do Maio Amarelo, como na integração de ações no projeto Mais Vida, onde os agentes estão posicionados nos locais onde ocorreram acidentes, além da fiscalização eletrônica, que tem sido usada como arma fundamental no combate ao desrespeito às leis de trânsito, especialmente nas infrações de circulação, parada e eventualmente de estacionamento. Esse é o nosso foco de atuação”, disse o firigente, adiantando ainda que foram executados mais de mais de 100 mil metros quadrados de sinalização horizontal, e de 600 placas de regulamentação e de sinalização de via.

No município de Campina Grande, essa fiscalização teve inicio em 13 de junho de 2016 com objetivo não só de fiscalizar o cumprimento das leis de trânsito e auxiliar com imagens os demais órgãos de segurança pública, mas principalmente, reduzir os altos índices de acidentes de trânsito identificados e apontados pelo “Projeto: Mapeamento dos pontos críticos e caracterização dos acidentes de trânsito no Município de Campina Grande”.imagem

Para o vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, o relatório apresentado concluiu-se que todos os itens avaliados apresentaram melhoria,observando as estratégias de ações executados prela prefeitura, resultando  na  redução do número de óbitos que passou de 11 para 8 depois da fiscalização, também dos atropelamentos de pedestres por apresentar uma redução de 21%. “Vamos trabalhar, em parceria com o Prefeito Romero Rodrigues, para que mais investimentos em infra estrutura viária sejam executados em 2018, e buscando mais verbas através de convênios com o Ministério das Cidades, e dos Transportes, para a chegada de mais recursos pois as dificuldades são muitas, mas que com criatividade, trabalho e dedicação de equipe, estamos superando essa crise”, disse Enivaldo.

O  relatório divulgado refere-se à quarta avaliação, que corresponde a um ano de funcionamento e influência da fiscalização eletrônica sobre os acidentes de trânsito no município. Os resultados são baseados em estudo comparativo entre o período de um ano antes e um ano depois do funcionamento dos equipamentos.

imagem

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO