Em reunião no Ministério Público, Romero contorna impasse sobre o Cine Capitólio e obra de revitalização deve começar no 2º semestre

Graças à participação decisiva do prefeito Romero Rodrigues, após uma reunião realizada na tarde desta quinta-feira, 10, na sede do Ministério Público da Paraíba, ficou definido que o projeto arquitetônico da Prefeitura Municipal para revitalização do Cine Capitólio e da Praça Clementino Procópio, na área central da cidade, deverá ser executado no início do segundo semestre.

Há praticamente três anos, a Prefeitura de Campina Grande apresentou o projeto de revitalização não apenas do prédio que oferece riscos à população, mas a revitalização de toda a área, a partir do modelo de PPP (Parceria Público-Privada), que já foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Campina Grande, sem comprometimento de recursos do cofre municipal e oferecendo à cidade uma solução criativa e eficiente para um problema que se arrasta há mais de 17 anos. O impasse passou a existir com a negativa por parte do Iphaep (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Estado da Paraíba), sob a alegação de tratar-se de um prédio oficialmente tombado.O encontro da tarde desta quinta-feira foi coordenado pelo promotor José Eulâmpio Duarte, da Curadoria do Patrimônio Público, e contou com as presenças de inegrantes da equipe de Romero Rodrigues: o procurador geral do município, José Mariz, os secretários André Agra (Planejamento), Fernanda Ribeiro (Obras) e Geraldo Nobre, além do coordenador da Defesa Civil, Ruíter Sansão. Participaram ainda o assessor técnico do Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), Geraldo Magela, a arquiteta Mayrla Souto Maior, autora do projeto, e a diretora do Iphaep, Cassandra Eliane Figueiredo.

Finalmente, uma solução

Na ocasião, após discussões em relação à revitalização do Cine Capitólio, a arquiteta Mayrla Souto Maior apresentou o anteprojeto arquitetônico da obra, o que foi imediatamente avalizado pelo Iphaep.
Ficou decidido que o passo seguinte será a realização de uma reunião técnica, ainda sem data definida, e o envio do projeto para o Instituto por parte da Prefeitura. O Ministério Público definiu o dia 30 junho como prazo para que todo processo burocrático seja concluído e assim seja iniciada a execução da obra.

“Com esse acordo intermediado pelo MP, viabiliza-se a reconstrução do Capitólio e a revitalização da Praça Clementino Procópio, o que vai melhorar consideravelmente o centro da cidade, oferecendo aos campinense mais uma área de lazer com segurança”, comemorou Romero.

Ainda conforme Romero, a nova área contará com duas salas de cinema, biblioteca, espaços gastronômicos, cafés e boxes para outros tipos de comércio. “É nossa pretensão oferecer à cidade, principalmente aos alunos da rede pública de ensino, um espaço cultural e cinema gratuito todas as segundas-feiras”, destacou o prefeito, observando ainda que, graças ao ponto de convergência entre todos na reunião, “a página está virada e agora é avançar na liberação das questões técnicas para que a Prefeitura possa dar continuidade no processo licitatório”.
Prevenções

Até que as obras sejam iniciadas, de acordo com o prefeito Romero Rodrigues, a Defesa Civil e as secretarias de Obras e Planejamento deverão tomar todas as providências para isolar a área e evitar qualquer tipo de sinistro no local.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO