Escolas de Campina comemoram Dia Internacional da Síndrome de Down

alunos_dia_sindrome_downAcolher, incluir e garantir todo o apoio necessário para a formação escolar e o desenvolvimento humano de alunos com necessidades especiais. É esse o esforço realizado pela Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria de Educação do Município (Seduc). Um exemplo disso foi o trabalho realizado junto aos estudantes com Síndrome de Down, lembrado nas escolas da rede municipal nesta segunda-feira, 21 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Ao assegurar os direitos de aprendizagem desses estudantes, a Prefeitura Municipal não apenas garante a matrícula dos alunos com necessidades especiais, mas também oferece estrutura e profissionais preparados para desenvolver as habilidades dessas crianças e adolescentes.

“Ampliamos a matrícula na educação especial, tanto no Infantil quanto no Ensino Fundamental, e isto se deve aos investimentos em salas de recursos multifuncionais, política de cuidadores e a formação continuada de professores e técnicos para trabalharem com nossas crianças especiais”, pontuou a secretária municipal de Educação, Iolanda Barbosa, ao parabenizar os estudantes e profissionais que trabalham com a educação inclusiva no município.

Iolanda também destacou os resultados observados no desempenho dos alunos com Síndrome de Down. “As famílias confiaram no trabalho dessa rede, que se fortaleceu com a aprovação do Plano Municipal de Educação em 2015, que traz metas e estratégias para a educação especial na rede municipal. Temos muitas crianças com Síndrome de Down na rede e elas têm tido o seu direito à escolarização garantido.  Os resultados de aprendizagem são surpreendentes”, acrescentou.

Com anos dedicados ao trabalho de inclusão, a coordenadora de Educação Especial da Seduc, Iara Moraes Gomes, destacou as formações mensais que são oferecidas aos professores da rede municipal para que eles possam tornar, mais eficiente, o processo de aprendizagem.  Ela também explicou que os alunos com necessidades especiais passam por avaliações individuais, que vão determinar o método mais adequado de trabalho.

“Os alunos participam das atividades pedagógicas, sociais e culturais da escola. Além disso, eles também têm atividades dentro do plano de Atendimento Educacional Especializado (AEE), que podem ser de música, pintura, desenho, jogos e programas de computador. O que vai identificar essas atividades é o plano e o que se espera de cada aluno. O resultado disso é a autonomia e o aprendizado dentro do limite de cada um”, enfatizou Iara. Ela lembrou ainda que, o direito dos alunos é garantido pela Política Nacional de Educação Especial.

Além do trabalho pedagógico, a Seduc também oferece o serviço de orientação às famílias e cuidadores para os alunos com algum tipo de dependência.  “O mais importante de tudo isso é saber que o aluno com Síndrome de Down na Rede Municipal de Campina Grande está com seus direitos garantidos. Essa garantia inclui a acessibilidade, lazer, sala regular e o mais importante que é professor qualificado para melhor incluir o aluno”, concluiu.

Comemoração – A data de 21 de março foi escolhida para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down pela Down Syndrome International, associação registrada no Reino Unido. Por iniciativa do Brasil, desde 2012 a celebração entrou para o calendário oficial da Organização das Nações Unidas (ONU).

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO