Estudantes de Escola Municipal participam de ação do Google sobre segurança na internet

  acao_googleMais de 120 estudantes da Escola Municipal Padre Antonino, em Bodocongó, participaram do projeto “Expedição Gogle”, ação de cidadania digital sobre segurança na internet. O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira, 27 de novembro. Campina Grande foi a única cidade da Paraíba e a primeira do interior do nordeste a ser escolhida para sediar o projeto social desenvolvido pelo Google.

Durante o encontro, a secretária de Educação, professora Iolanda Barbosa, abriu o diálogo com a empresa, uma das gigantes do mercado de tecnologia, para ampliar as parcerias com a Prefeitura de Campina Grande.

“Estamos conversando para levar ações como esta para os laboratórios de informática de 59 escolas da Rede Municipal, em formato de videoconferência. A partir dessa primeira parceria, pretendemos trazer novas ações do Google para a Rede Municipal”, explicou. As propostas serão avaliadas pela direção do Google, com o objetivo de planejar ações para 2016.

Iolanda_GoogleA secretária de educação representou o prefeito Romero Rodrigues durante o evento e destacou que a tecnologia é uma ferramenta estratégica para as ações pedagógicas da Rede Municipal.

“Estamos com uma política hoje voltada para uma educação tecnológica e uma educação que traga os recursos que nós temos hoje disponíveis para trabalharmos com as nossas crianças. Temos laboratórios de informática e a distribuição de tablets com nossos alunos e a partir dessa ação temos a possibilidade de orientar nossos alunos no uso da plataforma, acessando saberes voltados ao interesse da educação básica”, afirmou.

A palestra foi conduzida por Mariana Macário, gerente de relações governamentais e políticas públicas do Google Brasil. De acordo com a palestrante, o projeto tem o objetivo de usar a linguagem do jovem para conscientizá-lo sobre o uso seguro da internet e transformá-los em multiplicadores de boas práticas no mundo digital.

acao_google1“O uso da internet hoje é generalizado pelos jovens e eles estão começando a usá-la muitas vezes sem uma primeira orientação, sem uma supervisão dos adultos. Isso é o que a gente percebeu em pesquisas. Por isso criamos esse projeto, para dar orientação de como usar a internet de forma segura, que eles possam se beneficiar de todas as coisas boas que a internet tem, mas também se proteger”, afirmou.

Todas as dicas foram passadas de forma interativa, com jogos, brincadeiras, uso de imagens, vídeos e músicas. Um telão foi montado pela equipe do Google para apresentar as orientações, num roteiro de cinco dicas principais, como apresentou Mariana Macário.

“A gente criou cinco dicas, a primeira delas é pensar bem antes de compartilhar, refletir da dimensão que isso tem na internet. A segunda dica é criar senhas fortes para proteger os seus arquivos. A terceira é como evitar golpes on-line, mostrando os tipos mais comuns de golpes. A quarta dica é usar as configurações dos sites para compartilhar de maneira adequada e a última é ser legal na internet, por que a internet é o que a gente faz dela. Se postarmos coisas positivas será um ambiente legal pra todo mundo”, contou.

Os estudantes com idade entre 11 e 14 anos, aprovaram a iniciativa. “Eu achei interessante porque ajuda muito a gente a evitar os riscos da internet, com a segurança e ajudando até a fazer as senhas. Achei muito legal, foi divertido”, contou Eduarda Rosa, de 12 anos, estudante do 6º ano do ensino fundamental.

A abertura da palestra foi feita pelo deputado federal Rômulo Gouveia, que participou na articulação com o Google Brasil para trazer o evento para Campina Grande. “Hoje em dia praticamente todas as crianças já tem acesso a internet, seja no celular, em casa ou na escola. É preciso saber usar e saber se proteger”, defendeu o parlamentar.

PROJETO

O projeto “Expedição Google” começou a ser desenvolvido no segundo semestre deste ano, com o tema “Quem é você na Internet”. A ação itinerante já passou por oito estados do país, sendo em quatro cidades do nordeste: São Luís, Teresina, Recife e Campina Grande. Campina Grande foi a primeira cidade do interior por ser um pólo tecnológico e já sediar projetos do Google, desenvolvidos juntamente com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO