Fórum discute desafios e soluções para assistência maternoinfantil

forum_perinatalReunidos na manhã desta segunda-feira, 08, gestores da saúde de cerca de 30 municípios paraibanos iniciaram uma discussão para estabelecer diretrizes de cuidados de atenção em saúde maternoinfantil. O debate aconteceu durante o I Fórum Perinatal da Região Metropolitana de Campina Grande e contou com a participação de técnicos do Ministério da Saúde, além de profissionais da área que atuam no SUS. O encontro foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde no auditório do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador – Cerest, no bairro da Dinamérica.

Na abertura do evento, a secretária interina de saúde, Luzia Pinto, destacou a importância do espaço para avaliar e buscar inovações que permitam qualificar os serviços de atendimento às gestantes na região polarizada por Campina Grande. “É um momento oportuno para discutirmos a responsabilidade de todos os envolvidos neste processo. Temas essenciais, como a qualidade do pré-natal e a humanização do acolhimento nas unidades de saúde, por exemplo, devem estar na pauta prioritária de todos os gestores da saúde”, informou.

A secretária afirmou também que o Fórum deverá ter caráter permanente e colocou ainda a necessidade de discutir, já nos próximos encontros, a repactuação dos recursos destinados aos serviços de atenção ao parto no Estado. Segundo ela, 65% das gestantes que dão à luz em Campina Grande são de outras cidades paraibanas, mas nem todas pertencem aos municípios pactuados. “Atualmente, somos referência para 182 municípios, mas atendemos usuárias de outras 32 cidades que não pactuaram recursos para Campina. Isso precisa ser revisto imediatamente”, enfatizou.

O Fórum Perinatal marcou o encerramento das atividades da 1ª Semana de Humanização da Assistência ao Parto, realizada pela Prefeitura Municipal. Durante as atividades também aconteceram debates e palestras, além de um curso prático sobre humanização ao parto. A idealizadora da mobilização, a médica Melania Amorim, reconheceu o empenho da gestão municipal nas ações de incentivo e fortalecimento do parto humanizado no município. “Ficamos felizes, pois este apoio nos dá a oportunidade de refletir sobre os desafios e apontar soluções para humanizar a assistência perinatal”, agradeceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO