Fórum discute saúde materno-infantil nesta terça-feira

comite_materno_infantilA Secretaria de Saúde de Campina Grande realiza reunião do Fórum Permanente de Assistência Perinatal da Região de Campina Grande nesta terça-feira, 29, no Teatro Municipal Rosil Cavalcanti, no Centro Cultural Lourdes Ramalho.

O fórum, que tem como tema Desafios e Soluções, discute a saúde materno-infantil no município. Os profissionais de Saúde analisam os indicadores alcançados e debatem novos assuntos relacionados à saúde de gestantes e bebês.

Nesta terça-feira, serão apresentados temas como a importância dos cuidados em saúde do homem, a necessidade de pré-natal dos pais, além do tratamento da sífilis congênita. Os debates começam às 8h15 e se encerram às 17h.

Os médicos, enfermeiros, dentistas e assistentes sociais de 4 Distritos Sanitários assistem às palestras e debates no período da manhã e os profissionais dos outros 4 Distritos participam do evento à tarde.

O objetivo é consolidar políticas públicas e capacitar os profissionais para o acompanhamento das gestantes e dos bebês. O fórum foi criado em 2014, as discussões acontecem a cada dois meses, e em pouco mais de um ano várias melhorias na rede de atendimento perinatal foram conquistadas.

No ano passado foi iniciada a Visita Prévia, projeto que consiste em levar as gestantes à maternidade para que elas se ambientem com o local e recebam informações sobre o parto. Já em 2015 foi implantada a Caderneta da Gestante, que guarda diversas informações sobre o pré-natal da mulher e facilita o entendimento sobre a saúde da gestante em qualquer unidade hospitalar.

Outros trabalhos e serviços como o parto humanizado, a realização de exames em tempo oportuno, a divisão de pacientes de acordo com a região para a maternidade mais próxima e o acompanhamento das pacientes com sífilis vêm sendo ampliados nesta gestão com a ajuda do trabalho do Fórum, atendendo ao que é preconizado pela Rede Cegonha do Ministério da Saúde.

O Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Isea, realiza em média 600 partos por mês. O local ganhou UTI materna e neonatal e Casa de Gestante. O Instituto passa por reforma e vai ganhar uma Sala de Parto Normal, a ampliação da UTI infantil e uma nova Casa da Gestante, já que mais de 60% das mães são de outras cidades e precisam ficar abrigadas na unidade por longos períodos.

Programação

8h15 – ABERTURA

8h – Palestra: Pré Natal do Parceiro: Impacto na Saúde Materno-infantil

MINISTRANTE: Maria Jeanette de Oliveira

Apoio Técnico da Diretoria de Atenção a Saúde/Rede Cegonha

9h – Palestra: Avaliação e Monitoramento da Sífilis em Campina Grande

MINISTRANTE: Geuma Ângela Cavalcanti Marques
Coordenadora da Saúde da Criança e do Adolescente

9h40 – Palestra: Administração da Medicação Penicilina Benzatina no tratamento da Sífilis Congênita na Atenção Básica

MINISTRANTE: Antônio Henriques de França Neto
Diretor Geral do ISEA

10h20 – Roda de Diálogo: Desafios e Soluções

MEDIADORA: Giovanna Cordeiro Barbosa de Melo
Diretora da Atenção a Saúde.

11h30 – Encerramento

Almoço

13h30 – ABERTURA

13h40 – Palestra: Pré Natal do Parceiro: Impacto na Saúde Materno-infantil

MINISTRANTE: Maria Jeanette de Oliveira

Apoio Técnico da Diretoria de Atenção a Saúde/Rede Cegonha

14h20 – Palestra: Avaliação e Monitoramento da Sífilis em Campina Grande

MINISTRANTE: Geuma Ângela Cavalcanti Marques
Coordenadora da Saúde da Criança e do Adolescente

15h00 – Palestra: Administração da Medicação Penicilina Benzatina no tratamento da Sífilis Congênita na Atenção Básica

MINISTRANTE: Antônio Henriques de França Neto
Diretor Geral do ISEA

15h40 – Roda de Diálogo: Desafios e Soluções

MEDIADORA: Giovanna Cordeiro Barbosa de Melo
Diretora da Atenção a Saúde.

17h – Encerramento

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO