H1N1: Campina Grande antecipa vacina contra a Influenza

vacinacao_h1n1A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande recebeu 11.780 doses da vacina da Influenza e antecipou para esta sexta-feira, 08, o início da campanha de imunização contra a gripe no município. Nesta primeira etapa, o quantitativo disponibilizado pelo Ministério da Saúde está sendo destinado para imunização dos trabalhadores da saúde, que já começaram a receber as doses, e para as gestantes, que serão imunizadas a partir da segunda-feira, 11. Tanto os profissionais de saúde que estão em exercício das suas atividades, quanto as grávidas fazem parte dos grupos prioritários da campanha.

A vacinação dos trabalhadores da saúde está sendo realizada nos próprios estabelecimentos, de acordo com cronograma estabelecido pela Coordenação Municipal de Imunização. Para os profissionais da rede de Atenção Básica do município, serão definidos postos de vacinação por Distrito Sanitário.  A meta é vacinar 6.826 trabalhadores da cidade que atuam em hospitais, Unidades Básicas de Saúde, clínicas e laboratórios públicos e privados. A imunização para os trabalhadores da rede hospitalar terá continuidade neste sábado.

No caso das gestantes, emergencialmente, a vacina estará disponibilizada em doze pontos de vacinação já na manhã da segunda-feira. São eles: Isea, Centro de Saúde da Liberdade; Centro de Saúde da Bela Vista; Centro de Saúde da Palmeira; Centro de Saúde do Catolé; Centro de Saúde Dr. Francisco Pinto (centro); Policlínica das Malvinas; Unidade Mista de Saúde de Galante; Centro de Saúde de São José da Mata; UBS Adriana Bezerra (Santa Rosa); UBS do Distrito de Catolé de Boa Vista; e UBS Paus Brancos.  A meta é vacinar 4.957 mulheres grávidas da cidade.

Além dos trabalhadores da saúde e das gestantes, também fazem parte dos grupos prioritários da campanha crianças de seis meses a quatro anos de idade, idosos com mais de 65 anos, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias, presidiários e trabalhadores do sistema prisional, população indígena, pessoas com doenças crônicas e jovens de 12 a 21 anos de idade que cumprem medidas socioeducativas. A meta é vacinar 80% deste público, o que corresponde a 70.872 pessoas. A imunização destes grupos será iniciada gradativamente, conforme o cronograma de abastecimento das doses da vacina.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO