Hospital Municipal Dr. Edgley realizou mais 47 mil atendimentos em 2014

Hospital_dr_EdgleyHá um ano a Prefeitura de Campina Grande assumiu a administração do Hospital Dr. Edgley Maciel, que estava prestes a encerrar suas atividades devido a problemas financeiros. Desde que os serviços do estabelecimento foram municipalizados, em fevereiro de 2014, até o momento, já foram realizados 47.378 procedimentos, entre atendimentos médicos, ambulatoriais e internações. Sob a gestão da atual administração municipal, a unidade hospitalar foi reestruturada, inclusive com a implantação de novos serviços de saúde.

O primeiro setor do Dr. Edgley a receber investimentos da Prefeitura, após a municipalização dos serviços, foi unidade de nefrologia, que ganhou dez novas máquinas para hemodiálise. Os pacientes, que antes corriam o risco de ter o tratamento interrompido, por causa da ameaça de fechamento do hospital, agora também contam com poltronas mais confortáveis, equipadas com roldanas para facilitar a locomoção.

De acordo com a diretora do novo hospital municipal, Ilka Nunes, a Prefeitura ainda adquiriu uma máquina de osmose reversa, utilizada para fazer a diálise nos pacientes graves de Unidade de Terapia Intensiva. “Além disso, o espaço foi totalmente reformado, ganhou televisores, internet e estrutura predial adequada, além de uma sala de diálise peritoneal, aquela feita pela barriga, e outra sala específica para paciente com Hepatites B”, acrescentou.

Com a reestruturação do setor de nefrologia, também foi possível ampliar de 126 para 156 o número de pacientes atendidos no serviço. Durante o ano de 2014 foram computadas 19.770 sessões de hemodiálise no Dr. Edgley. “Felizmente, essa atenção com o hospital garantiu que eu continuasse tendo meu tratamento aqui com as pessoas que eu já conheço há bastante tempo”, disse a aposentada Lourdes Marcílio, de 66 anos, que há dez anos faz hemodiálise no hospital.

Ao avaliar a decisão de municipalizar os serviços do Hospital Dr. Edgley, o prefeito Romero Rodrigues comemorou os avanços realizados no local para garantir a continuidade dos atendimentos. “O que fizemos foi garantir o direito à vida dos pacientes da hemodiálise, além de preservar e reestruturar um importante equipamento de saúde, sobretudo para os moradores da Zona Leste da cidade”, assegurou o prefeito.

Saúde Mental – Além dos investimentos no setor de hemodiálise, a unidade passou a contar também com 20 leitos de saúde mental. O Dr. Edgley é o primeiro hospital geral da Paraíba a contar com o Serviço Hospitalar de Referência para atenção às pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, dentro dos padrões do Ministério da Saúde.

Segundo a secretária municipal de saúde, Luzia Pinto, a implantação dos leitos de saúde mental, no Dr. Edgley, foi uma oportunidade para ampliar e qualificar os serviços da rede de atenção psicossocial no município. “A implantação desse serviço também integra as ações do Programa ‘Crack, É Possível Vencer’, aliada a outras estratégias para minimizar os efeitos das drogas na nossa juventude”, explicou.

Estrutura – Hoje, o Hospital Municipal Dr. Edgley Maciel também funciona com unidade de emergência 24 horas, onde trabalham médicos plantonistas e enfermeiros. São 52 leitos de clínica médica com dois postos de enfermagem e ala de observação. A unidade ainda realizada exames de eletrocardiograma e ultrassonografia, além de contar com 28 médicos para realização de consultas em várias especialidades.

As consultas de cardiologia, angiologia, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, geriatria, mastologia, neurologia, otorrinolaringologia, ortopedia, oftalmologia, pediatria, pneumologia, proctologia, urologia e gastroenterologia beneficiam cerca de 1,5 milhão de usuários, entre moradores de Campina Grande e de mais de cem cidades pactuadas com o município.

Com a municipalização foram instalados, no Hospital Dr. Edgley, outros serviços da Secretaria Municipal de Saúde, como a Rede de Frio (Central de Vacinas), a Ouvidoria do SUS, Serviço Municipal de Fisioterapia, Centro de Referência em atenção ao Portador de Necessidades Especiais da Paraíba (Cranesp) e as coordenações dos programas “Chegou Doutor” e de Combate ao Tabagismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO