Iniciada a coleta de dados do Censo Escolar 2016

censo_2016O INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) iniciou na segunda-feira (27), a coleta de dados das atividades escolares para o Censo Escolar da Educação Básica, que é feita através da internet pelo sistema Educacenso, até o dia 27 de agosto.

De acordo com a coordenadora do Censo Escolar da Rede Municipal de Ensino, Rose Leão, o sistema estará aberto até 27 de agosto para a coleta de dados da primeira etapa.

– Apenas os diretores e secretários escolares podem inserir informações das escolas. Os dados podem ser passados ao sistema na escola ou no Laboratório 1 do CTE – Centro de Tecnologia Educacional. No entanto, o fechamento do Censo Escolar tem que ser no CTE com o acompanhamento da Coordenação do Censo da Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal – destacou Rose Leão.

Ela também alerta os gestores para que não deixem para a última hora, para não sobrecarregar o sistema. “A escola que não participar do Censo pode ficar sem receber recursos”.

Os dados são compilados e publicados preliminarmente no Diário Oficial da União, quando então os gestores das escolas de educação básica podem fazer a conferência e a retificação de informações, quando necessário, corrigindo os erros diretamente no sistema Educacenso 2016, pela internet. Nessa etapa os diretores apenas podem fazer as correções, em inserir novas informações.

Na segunda etapa do Educacenso, que ainda não tem data prevista, o sistema informatizado irá liberar o módulo, Situação do Aluno no Educacenso, quando poderão ser informados os dados de rendimento e movimento escolar de todos os alunos declarados no Censo Escolar. Os dados também só poderão ser informados pelos gestores da escola ou por um responsável pela escola.

IMPORTÂNCIA DO CENSO

O Censo Escolar 2016 terá todas as informações sobre todos os alunos das redes pública e privada, que estejam matriculados no ensino básico, mostrando um retrato fiel da educação brasileira.

As informações são importantes para que o Inep possa calcular as taxas de abandono, de rendimentos, de movimento, e também do IDEB que é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, um dos instrumentos usados pelo Ministério da Educação para verificação do cumprimento de metas do Plano de Desenvolvimento da Educação, o PDE, de todos os municípios brasileiros.

O levantamento de dados irá possibilitar ao Ministério da Educação a formulação de propostas de políticas públicas voltadas para a educação básica de todas as crianças, procurando reduzir o abandono escolar e melhorar o sistema educacional como um todo.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO