Karatê da Vila Olímpica Plínio Lemos é destaque em competições

karate_plinio_lemosA Prefeitura de Campina Grande, por meio das secretarias de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) e Educação (Seduc) oferece na Vila Olímpica Plínio Lemos, no bairro de José Pinheiro, aulas de karatê para cerca de 100 alunos da Zona Leste.

Anualmente os atletas treinados pelo professor Antonio Gudes disputam competições regionais e nacionais, trazendo resultados positivos para Campina Grande e para a Paraiba, como é o caso de Eduardo (Duduzinho) e Breno Guedes, classificados na primeira etapa do Campeonato  Brasileiro da categoria sub-10.

As aulas de Karatê estão disponíveis para o público de todas as idades, onde se observa alunos dos 3 até os 66 anos.

José Cornélio, de 66 anos, afirmou que tudo mudou na vida dele após conhecer o esporte. O atleta veterano, faixa marrom, está se preparando para fazer o exame para a faixa preta

“Eu me sinto com muita saúde e muita vitalidade. Só tenho a agradecer ao karatê”, disse.

O professor Antonio Gudes destacou que o karatê é uma forma de tirar as pessoas da ociosidade. Para ele, quem começa a praticar o esporte, mantém hábitos saudáveis e adquire disciplina, caráter e formação cidadã.

“A gente se sente orgulhoso por desenvolver esse trabalho de grande relevância social. Temos famílias inteiras, pais e mães que trazem suas crianças para treinarem conosco e que acabam também tomando gosto pelo karatê, o que é muito gratificante para nós”, comentou Guedes.

O secretário executivo da Sejel e coordenador dos programas esportivos do município, Teles Albuquerque, disse que isto é a prova de que a Vila Plínio Lemos está funcionando de forma eficaz, também oferecendo outros serviços à população na área do entretenimento, do lazer e da promoção da saúde.

“Desde que o prefeito Romero Rodrigues assumiu a gestão municipal vem trabalhando no sentido de recuperar a Vila Plínio Lemos em sua totalidade, visto que, recebeu o equipamento totalmente destroçado, muitas melhorias já foram feitas, uma delas é a iluminação do campo de jogo, com energia renovável, mas, temos a consciência de que precisa ser feito mais e vamos fazer”, concluiu Teles.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO