Noite Literária no Miniteatro Paulo Pontes homenageará Lourdes Ramalho

O Miniteatro Paulo Pontes, espaço presente no Teatro Municipal Severino Cabral, nesta noite de quinta – feira, 16, promoverá um debate literário sobre o desafio dos escritores Nordestino, a partir das 17h,com entrada gratuita.

Nesta noite o evento entrará na sua 30ª edição e,com a condução do escritor acadêmico José Mário da Silva Branco, trará para o público presente a apresentação do livro “Flor de Cacto : Viagem ao Ignoto” (livro escrito pela teatróloga Lourdes Ramalho). O livro tem edição realizada pela EDUEPB,sob organização da Biblioteca de Obras Raras Átila de Almeida – BORAA.

Além da homenagem a escritora, o evento contará também com um debate em torno dos desafios dos escritores nordestinos no contexto nacional, conduzido pela escritora e acadêmica Elizabeth Marinheiro.

Para “fechar a noite” o evento literário terá uma performance do grupo Arial Coletivo Literário, que fará uma leitura de poemas de escritores paraibanos. O evento Por do Sol tem o apoio da Prefeitura Municipal de Campina Grande, UEPB e São Braz.

Dama da dramaturgia nordestina –  Segundo o portal “É tudo Teatro” , a escritora e teatróloga Maria de Lourdes Nunes Ramalho, conhecida popularmente como Lourdes Ramalho, nasceu em 1923, no Jardim do Seridó, fronteira do Rio Grande do Norte com a Paraíba, numa família de artistas e educadores.

O portal cita que, a maior parte da produção literária da escritora é voltado para textos para teatro. O primeiro texto teatral de Lourdes foi na adolescência em 1939. Do ano 1975 em diante, após a primeira montagem teatral – “As Velhas” – , seus textos começam a ser montados fora de Campina Grande – Paraíba.

Conforme o site, a autora de extensa obra publicada, celebrada como grande dama da dramaturgia nordestina, premiada no Brasil, em Portugal e na Espanha em inúmeros concursos de dramaturgia e festivais de teatro, Lourdes Ramalho é, portanto, esta dramaturga ímpar na história do teatro da Paraíba.

Sol das Letras – O Por do Sol Literário já se consolidou como um dos mais prestigiados eventos da área literária na Paraíba. O grupo Sol das Letras foi criado para estimular a produção, criação, divulgação e debate sobre a literatura paraibana, nos cenários regional e nacional.

A confraria se propõe a protagonizar, além do Por do Sol, outras iniciativas, como a realização da I Flor (Festa Literária do Extremo Oriental), a premiação das melhores obras do ano e ainda um concurso público, como o objetivo de projetar a literatura paraibana, não apenas no Estado, mas em todo o País.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO