Pernambucanos dominaram pódio da Corrida Ednalva Laureano

corrida_ednalva_laureanoA Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) da Prefeitura de Campina Grande, em parceria com o Instituto Ednalva Laureano, realizou na tarde do último sábado, 13, a II corrida de rua que leva o nome da ex-maratonista paraibana. O evento teve percurso de 10 quilômetros, com saída e chegada no Parque da Criança.

Os atletas largaram às 16h e após 31 minutos de corrida, chegou o campeão da prova, Justino Pedro da Silva, da cidade de Petrolina (Pernambuco), que foi seguido por Marco Antonio Pereira e Jair José da Silva, ambos de Garanhuns, também em Pernambuco, com a segunda e terceira posições, respectivamente.

Na disputa feminina, quem levou a melhor foi a pernambucana de Igarassu Maria de Lourdes Ferreira de Sousa. Já Sandra Maria Alexandrina da Silva, de Cuité, e Cristiane Alves Xavier, pela ordem, completaram o pódio.

A promovente do evento, Ednalva Laureano, disse que a corrida que leva o seu nome vem se consolidando ano a ano. Ela afirmou que seu objetivo é incentivar o esporte que a projetou para todo Brasil, para que seja forte em Campina Grande e em toda Paraíba.

Por sua vez, o secretário executivo de Esportes e coordenador dos programas esportivos da cidade, Teles Albuquerque, que também disputou a prova, destacou que o momento é de ascensão do atletismo campinense, mas, segundo ele, é necessário fazer uma reflexão se vale a pena continuar com as corridas de rua, pois, mesmo com o suporte da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP) e da Polícia Militar, houve seguidas cenas de desrespeito aos atletas por parte de motoristas.

“Em vários cruzamentos, houve agressões verbais aos atletas por parte de motoristas mal educados. Em um destes casos, eu e o Lindoarte Albuquerque só não fomos atropelados porque pulamos e nos desviamos de um veiculo. Como se não bastasse, seu condutor ainda nos xingou com palavras de baixo calão. Isto nos deixa bastante tristes, enquanto cidadão e também como desportista”, desabafou Teles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO