Pesquisa do Procon/CG aponta reajuste médio de 12,5% no preço do gás

gas-cozinhaO Procon Municipal de Campina Grande realizou pesquisa de preço do gás de cozinha, botijão de 13 quilos, em vinte estabelecimentos da cidade e identificou uma variação de 12,5%. Em comparação à última pesquisa, realizada em 19 de agosto, foi registrado um aumento médio de 12,5% em relação ao maior preço praticado no período. Em agosto, os preços praticados variavam entre RS 37 e R$ 40.

Na coleta realizada esta semana, os preços para compra no local, pagamento à vista ou com cartão de crédito, passaram para de R$ 40 a R$ 45. De acordo com o levantamento do Procon, em alguns estabelecimentos, ainda é cobrado taxa para entrega em domicílio.

Água mineral

Em relação ao preço da água mineral, a pesquisa constatou que não houve reajuste no período. A variação entre o mais caro e o mais barato permanece em 128%, sendo os preços praticados com valores que vão de R$ 3,50 a R$ 8.

A pesquisa do Procon contemplou os preços em 25 estabelecimentos que comercializam água mineral, garrafão de 20 litros, onde foram verificados os valores de quatro marcas: (Sublime, Indaiá, Platina, Itacotiara). As marcas que apresentam menores preços foram a Platina e Itacoatiara, ao valor de R$ 3,50.

Os consumidores podem ter acesso a todos os dados das pesquisas de água mineral e do gás de cozinha na sede do Procon, situada na Rua Afonso Campos, nº. 304, 2º andar, Centro, ou ainda através do site www.proconcg.bp.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO