PMCG amplia programa de controle do tabagismo

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o cigarro é responsável por 90% dos casos de morte em pessoas com câncer de pulmão. Em Campina Grande, foram registradas, no ano passado, 33 mortes por causa da doença. Em 2014, até a primeira quinzena do mês de agosto, foram 18 óbitos. Além do câncer de pulmão, fumar pode causar câncer em outras partes do corpo e problemas cardiovasculares, por isso, a Secretaria Municipal de Saúde está ampliando as ações do Programa de Controle de Tabagismo no município.

O Programa funciona nas Unidades Básicas de Saúde – UBS e forma grupos de fumantes, que são acompanhados por uma equipe multidisciplinar na busca do fim do vício. Cada equipe é formada por médico, enfermeiro, farmacêutico, odontólogo, educador físico, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista e assistente social. “Qualquer pessoa pode participar, basta procurar o serviço no início de cada turma, já que há um cronograma de trabalho a ser seguido visando aos resultados”, informou a coordenadora do Programa, Maria Gentil Montenegro.

Em sete anos, 382 pessoas largaram o cigarro em um total de 588 inscritos, ou seja, 65% conseguiram atingir o objetivo. A expectativa é que o número de usuários atendidos possa aumentar, com a ampliação do número de unidades que oferecem este serviço. Até o ano passado a estratégia estava presente em apenas oito UBS, mas agora já são 23.

Os grupos são formados com 15 a 30 fumantes que se reúnem inicialmente uma vez por semana, depois uma vez a cada quinze dias, posteriormente em uma ocasião por mês e, por fim, uma vez por semestre. São quatro etapas de um trabalho que vai desde a orientação, o aconselhamento, até a conscientização sobre o perigo que o cigarro oferece. Além das oficinas, há orientações particulares e a oferta de medicamentos inibidores do desejo de consumo e antidepressivos.

Ainda de acordo com a coordenação do Programa, além dos encontros, que acontecem sempre à noite, a Secretaria Municipal de Saúde também garante o acompanhamento integral aos participantes do Programa, que são encaminhados para consultas, atendimentos e tratamentos necessários em outros horários.

Prevenção – Para impedir e diminuir a formação de novos fumantes, a Secretaria de Saúde de Campina Grande realiza o Projeto Saúde na Escola – PSE, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.  O PSE faz o acompanhamento nas 153 instituições de ensino municipais da cidade, verificando a situação de saúde das crianças e dos adolescentes e informando e conscientizando para o não uso do cigarro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO