PMCG e UEPB fazem parceria para formação de educadores e educandos

Romero_UEPBNa próxima terça-feira, 30, a Prefeitura de Campina Grande e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) formalizam uma nova parceria, dessa vez voltada à formação de educadores e educandos. Trata-se do Programa de Apoio à Formação de Educadores e Educandos do Município (Proaffe), que permitirá aos estudantes da UEPB fazer estágios supervisionados com alunos da rede municipal de ensino.

A assinatura do convênio, com as presenças do prefeito Romero Rodrigues e do reitor Rangel Júnior, acontecerá às 9h, no Museu Vivo de Ciência, localizado na Rua Santa Clara, Parque do Açude Novo. O convênio promovido pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Secretaria de Educação, beneficiará aproximadamente 300 alunos matriculados no 6º e 9º ano de oito escolas da rede municipal de ensino.

Em relação à UEPB, 24 estudantes/bolsistas, matriculados nos cursos de licenciatura em Química, Física, Matemática e Biologia terão a oportunidade de fazer o estágio supervisionado e manter um contato direto com os matriculados no sistema de ensino público do Município.

O secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Hércules Lafite, explicou que os estudantes da UEPB supervisionarão a atuação dos alunos da rede municipal de ensino nos laboratórios de Química, Física, Matemática e Biologia existentes no Museu Vivo.

Por sua vez, uma equipe formada por quatro professores de graduação da UEPB orientará o trabalho dos estudantes das licenciaturas. “Os estágios supervisionados acontecerão três vezes por semana, nos quatro laboratórios instalados no Museu Vivo, permitindo que os alunos da rede municipal de ensino vivenciem, na prática, o que eles aprendem nas salas de aula. Tudo sob a orientação e supervisão dos estudantes da UEPB”, declarou Lafite.

Conforme o secretário, as contribuições do estágio supervisionado são inegáveis porque, além de promover um contato direto com os alunos da rede municipal, auxiliarão na relação entre a prática e componentes curriculares já estudados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO