PMCG inicia campanha contra febre aftosa e beneficia 300 produtores

fabio_vacinacao_aftosaAs comunidades rurais de Campina Grande estão sendo beneficiadas, a partir desta segunda-feira, 12, com a vacinação contra a febre aftosa. Até o próximo dia 31, as equipes de vacinação da Secretaria Municipal de Agricultura estarão atendendo às comunidades dos distritos de Catolé, São José da Mata e Galante. A meta é atender a trezentos produtores. Serão vacinados cinco mil animais. A febre aftosa é uma doença viral altamente contagiosa. Os mais afetados são bovinos de leite e de corte e os suínos.

O calendário de vacinação, em sua primeira etapa, teve início na manhã desta segunda-feira, na Fazenda Galante, no distrito de Galante, de propriedade de Gilvandro Correia de Melo. No local, foram vacinados quase trinta animais. O benefício não tem nenhum custo para os criadores.

De acordo com o proprietário, a vacinação é mais uma iniciativa importante do Município. “O governo municipal não esquece de atender aos que moram e vivem na zona rural. Estou feliz com a proteção agora dada aos meus animais. A saúde deles ganha mais proteção”, afirmou.

Por sua vez, o secretário de Agricultura, Fábio Medeiros, informou que serão aplicadas 250 doses nos animais das propriedades cadastradas para atendimento neste primeiro dia de campanha. Segundo ele, a prioridade é atender aos pequenos proprietários de Campina Grande. O secretário esteve em Galante na companhia do coordenador técnico da campanha, Antônio Araújo Neto, além de outros técnicos do órgão.

“Toda a nossa equipe está mobilizada para atender às comunidades rurais de Campina Grande, beneficiando, especialmente, ou de forma prioritária, os pequenos proprietários. Por isso, até o final deste mês, estaremos visitando diariamente os sítios e fazendas localizados em nosso município”, garantiu.

Segundo ele, já nesta terça-feira, dia 13, o cronograma de atividades prevê ações de vacinação nos sítios Tatu de Baixo e Amorim, além das fazendas Santa Marta e Cruzeiro. Na quarta-feira, 14, haverá vacinação nas comunidades Sítio Luango, Fazenda Ubáia, Fazenda Floresta e Sítio Deserto. No dia 15, quinta-feira, haverá atendimento no Sítio Torres e na Fazenda Liberal. Para o dia 16, sexta-feira, está previsto atendimento aos sítios Várzea do Arroz, Surrão dos Poços e Brito.

Fábio Medeiros ainda lembrou que as comunidades rurais também vêm sendo beneficiadas com o trabalho de inseminação artificial, outra iniciativa importante para a expansão e melhoria da qualidade do rebanho local.

A iniciativa contempla várias etapas, como cadastro de animais, realização de exames de brucelose, tuberculose e ultrassonografia e procedimentos de inseminação. Em 2013, foram inseminadas 102 vacas (entre setembro e dezembro). Em 2014, já foram inseminadas 30 vacas. Este tipo de ação vai se desenvolver até o final do ano. O Município dispõe de mil kits de inseminação artificial.

Após acompanhar o início da campanha de vacinação contra a febre aftosa, o secretário participou pela primeira vez da reunião do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável de Campina Grande. O encontrou aconteceu no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, no bairro do Catolé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO