PMCG inicia Semana de Humanização da Assistência ao Parto

parto_humanizadoA 1ª. Semana de Humanização da Assistência ao Parto foi iniciada na manhã desta quinta-feira, 03, no auditório da Sociedade Médica de Campina Grande. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Saúde. O evento tem como objetivo debater os principais aspectos referentes à política municipal de humanização dos partos. Anualmente, cerca de 12.500 mil partos são realizados na cidade, o que exige uma profunda reflexão e uma ação apropriada em favor das parturientes que recebem assistência em Campina Grande.

A solenidade de abertura contou com a participação da secretaria interina de Saúde, Luzia Marinho Pinto; presidente do evento, Melânia Amorim; diretoras do ISEA – Instituto de Saúde Elpídio de Almeida – Marta Albuquerque e Lúcia Ribeiro, além de João Paulo Dias de Sousa, da USP, representando os palestrantes do evento.

A diretora Técnica do Isea, Lúcia Ribeiro, foi a primeira autoridade a fazer pronunciamento, destacando que a atividade de humanização acontece a partir da gestação e segue até o pós-parto. Ela destacou que o Isea realiza um grande esforço de humanizar o trabalho junto às gestantes, devendo esta política ser cada vez mais ampliada e intensificada pela gestão municipal.

Logo em seguida, a coordenadora da Semana, Melânia Amorim, revelou-se feliz com a concretização desta programação, por ser mais um passo importante no trabalho de formação de uma nova geração de profissionais comprometidos com o chamado parto humanizado.

“Quero, igualmente, ressaltar e elogiar o trabalho até aqui desenvolvido pela nova gestão de Campina Grande, pois, através da Secretaria Municipal de Saúde, fomos acolhidos e, por isso, somos gratos pelo apoio dispensando à realização deste evento”, afirmou.

Por sua vez, o representante de todos os palestrantes, João Paulo Dias de Sousa, agradeceu pelo convite, ressaltando a importância da programação iniciada nesta quinta-feira. “O que é feito em Campina Grande tem repercussão nacional, sendo merecedor dos elogios de quem tem compromisso com a melhor assistência possível às mulheres que se submetem ao trabalho de parto”, comentou.

Finalizando a sequência de pronunciamentos, a secretaria interina da Saúde, Luzia Amorim Pinto, destacou o projeto de parto humanizado do Isea, ressaltando o empenho da administração e do prefeito Romero Rodrigues nesta direção, e registrando que ainda existe muito a ser feito, tanto em favor das mulheres campinenses, quanto aquelas oriundas de dezenas de outras cidades que buscam assistência médica na cidade.

“A nossa meta é avaliar e aprimorar as nossas ações, tornando possível um serviço de qualidade destinado a todas as gestantes. Para tanto, o governo municipal tem investido em equipamentos, melhoria da estrutura física do Isea, política de plantões, levantamento da opinião de usuárias e a qualificação dos profissionais por meio de eventos como esta semana destinada a discutir a humanização”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO