Prefeito destaca Complexo Aluízio Campos entre obras que serão iniciadas até outubro

O prefeito Romero Rodrigues destacou na manhã desta terça-feira, 29, a construção do Conjunto Habitacional Aluízio Campos como uma das principais obras a serem iniciadas neste ano em que Campina Grande celebrará 150 anos de emancipação política. O prefeito lembrou que o município está entre os três únicos do país a conquistar recursos federais para a construção de um conjunto habitacional dotado com equipamentos comunitários e completa infraestrutura.

Além da construção de 4,1 mil casas, os recursos deste conjunto serão destinados à edificação de três creches, duas escolas, dois postos de saúde, duas praças com academia e um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), além da infraestrutura (água encanada, energia elétrica, esgotamento sanitário, drenagem, pavimentação e eletrificação), e da área comercial.

Segundo Romero, a obra já está licitada e até a próxima sexta-feira, 01/08, haverá a assinatura de contrato, conforme informações do Banco do Brasil. “Após a assinatura do contrato serão iniciados os preparativos para início da obra”, disse. Para a construção do conjunto serão investidos recursos da ordem de R$ 300 milhões. À PMCG coube a liberação do terreno e uma contrapartida, no valor de R$ 22 milhões, destinada ao investimento de parte da infraestrutura (principais avenidas do conjunto, construção da adutora e do acesso ao conjunto e esgotamento sanitário).

O novo conjunto habitacional será construído no bairro sustentável que está sendo projeto para Campina Grande e as novas unidades habitacionais estão inseridas no “Programa Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal. A construção será no terreno localizado na BR 104, em frente ao Parque de Exposições do Ligeiro.

Segundo Romero, muitas obras estão caminhando em ritmo acelerado para serem entregues no mês de aniversário da cidade. Outro destaque fica por conta do Monumento ao Sesquicentenário, que está sendo construído às margens do Açude Velho e representa um investimento de R$ 1,3 milhão. O monumento homenageará os Tropeiros da Borborema, responsáveis pelo transporte de mercadorias, sobretudo algodão e peles de animais, e que contribuíram para consolidar o município como entreposto comercial.

“Além de fazer referência aos 150 anos de Campina Grande, o monumento traz espaço para promoção e divulgação do turismo, ao mesmo tempo em que marca essa passagem dos 150 anos”, disse Romero. Foi anunciada ainda pelo prefeito a pavimentação de aproximadamente 40 ruas novas em Campina Grande; inauguração de cinco a dez novas praças ainda neste ano, além de unidades de saúde e uma nova creche.

Com relação à Avenida João Suassuna, Romero Rodrigues assegurou que as obras de abertura e prolongamento serão entregues no aniversário da cidade. Ele disse que foi proposta uma mudança no projeto (no final do trecho da avenida) cabendo à Associação Técnica Científica Ernesto Luiz de Oliveira Junior (ATECEL), concluir as mudanças ainda nesta semana. “Na próxima semana poderá ser iniciada uma parte da pavimentação”, frisou.

Romero anunciou ainda que foi licitada, estando apenas em análise na Caixa Econômica Federal, a obra de continuação do Canal de Bodocongó. Para esta obra, estão licitados recursos de R$ 50 milhões, dos quais já estão disponibilizados R$ 8 milhões. “Tão logo a Caixa Econômica Federal libere a licitação, obra será iniciada”, afirmou.

Na próxima semana, o prefeito Romero retornará a Brasília para acompanhar, junto à Secretaria do Tesouro Nacional, a tramitação do processo que prevê a contratação de recursos destinados à construção do segundo anel viário da cidade, além de novas obras de pavimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO