Prefeito em exercício assina ordem de serviço para o Isea

isea_nelsonO Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea) vai ganhar um novo setor de Classificação e Risco (destinado ao acolhimento de gestantes), UTI Neonatal, Central de Parto Normal e Casa da Gestante. O setor de Classificação e Risco já tem as suas obras em andamento, enquanto os demais equipamentos da Maternidade Municipal de Campina Grande terão os seus serviços iniciados no dia 3 de novembro. As quatro obras representam um investimento da Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Secretaria Municipal de Saúde, da ordem de R$ 2 milhões.

Na manhã desta segunda-feira, 20, o prefeito em exercício Nelson Gomes Filho, na companhia da secretária municipal de Saúde, Lúcia Derks, assinou as ordem de serviço para a execução das obras. A solenidade, realizada no auditório do Isea, também foi prestigiada pela diretora técnica da maternidade, Lúcia Ribeiro, a arquiteta Vânia Arruda e pelo secretário-chefe de Gabinete da PMCG, Jóia Germano. Após a assinatura da ordem, as autoridades visitaram os serviços já iniciados. A previsão inicial é de que tudo esteja concluído no prazo máximo de dez meses.

A solenidade foi aberta com um pronunciamento da arquiteta Vânia Arruda. Ela explicou ter sido orientação do prefeito Romero Rodrigues que as novas obras sejam planejadas e construídas para atender à política de humanização do setor municipal de saúde. “Com isso, toda a estrutura física vai possibilitar melhor qualidade de vida aos usuários da maternidade municipal”, relatou.

Segundo a arquiteta, os novos espaços vão garantir conforto e até mesmo condições adequadas de acessibilidade às pessoas atendidas no Isea, sejam pacientes ou acompanhantes. Ela informou que a UTI neonatal contará com espaço para 11 leitos; o setor de Classificação e Risco contará com 6 leitos; Casa da Gestante, 20 leitos e Centro de Parto Normal também 20 leitos.

Também falou a secretária municipal de Saúde, Lúcia Derks, que destacou o empenho da atual gestão em fazer constantes investimentos em prol do Isea, tornando a maternidade uma unidade de referência regional e até mesmo nacional. “Agora, teremos novos espaços, cada vez mais adequados para atender às mães e crianças oriundas de Campina Grande e de dezenas cidades da nossa região”, afirmou.

Ela explicou que, por exemplo, a Casa da Gestante, hoje localizada em residência alugada nas proximidades do Isea, ficará instalada definitivamente no próprio instituto, abrigando mães e filhos que necessitam de um maior tempo de acompanhamento por parte da equipe da maternidade.

Por sua vez, o prefeito em exercício, Nelson Gomes Filho, parabenizou a direção do Isea e ao prefeito Romero Rodrigues pelas ações desenvolvidas na unidade, oferecendo melhores condições de trabalho aos profissionais da saúde, assim como pela qualidade de atendimento ao público usuário.

Nelson frisou que todos esses avanços acontecem com a marca da inovação, além de serem benefícios conquistados quando do transcurso dos 150 anos de emancipação política de Campina Grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO