Prefeito visita moradores das áreas atingidas pelas chuvas

Romero_desabrigadosUma força-tarefa liderada pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, com o apoio das secretarias de Assistência Social (Semas), Agricultura, Saúde, Serviços Urbanos, além da Defesa Civil, visitou, na manhã deste domingo (13), as comunidades afetadas pelos transtornos causados pelas chuvas do fim de semana. De acordo com a Defesa Civil, ao longo de uma hora de precipitação, foram registrados 48 mm de chuva.

Um dos locais visitados foi a comunidade conhecida como a Invasão do Distrito dos Mecânicos, onde 14 famílias que vivem em barracos construídos às margens de um riacho ficaram desabrigadas. Mesmo assim, os moradores não quiseram ser removidas para o Abrigo Municipal nem para Casa de Passagem, com receio de que suas moradias sejam saqueadas ou invadidas.

Com isso, essas famílias foram abrigadas provisoriamente no prédio do Restaurante Popular do Distrito dos Mecânicos. Todas estão recebendo, desde a noite do sábado, todo o suporte da Secretaria de Assistência Social, que viabilizou colchonetes, alimentação, roupas e medicamentos.

Romero_desabrigados1O morador Francisco Adriano Badu Vieira, que mora há 16 anos no local, explicou que as famílias vivem de reciclagem de lixo e que por isso não podem deixar as residências. Ele foi uma das pessoas que acompanhou Romero Rodrigues na comunidade, explicando que essa situação ocorre há 17 anos, sempre que chove forte na cidade. Romero acordou com os moradores que irá incluir as famílias no programa Aluguel Social, que consiste no pagamento de aluguel para moradores em situação de risco.

“Não há condição dessas famílias continuarem neste local, mas não podemos impor que elas saiam. Entendemos também que eles não podem deixar de trabalhar, por isso, a solução encontrada foi incluí-los no Aluguel Social, até que o conjunto habitacional Aluísio Campos, que deve estar iniciando a obra nos próximos meses, esteja concluído”, informou o prefeito.

 Romero ainda comprometeu-se a solicitar à empresa ganhadora da licitação do novo conjunto habitacional a inclusão de moradores no trabalho de construção dos imóveis. “Assim, eles vão participar ativamente da obra, tendo um emprego fixo, com a garantia de todos os direitos trabalhistas”, explicou Romero, garantindo que toda equipe da PMCG estará atenta para atender à população da cidade.

 Aluguel Social

Segundo o diretor de Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade, Ronaldo Rodrigues, a Semas há dois meses fez uma visita à Invasão do Distrito dos Mecânicos, cadastrando quinze famílias. Contudo, apenas uma aceitou participar do programa Aluguel Social. Ocorre, segundo o diretor, que muitas famílias alegam que foram despejadas de residências que chegaram a ocupar porque a gestão passada não pagou o aluguel dos imóveis, e, por isso, alguns moradores que vivem em imóveis em situação de risco temem ingressar no programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO