Prefeitura atende antiga reivindicação de moradores do bairro do Catolé

cano_Obra_catoleA Prefeitura de Campina Grande, por meio da Secretaria Municipal de Obras (Secob), deverá concluir antes do próximo período de inverno a instalação de uma nova tubulação na Rua Manoel Paulino, bairro do Catolé, com capacidade para captar o excesso de água das chuvas e facilitar o escoamento das águas pluviais para os canais. De acordo com a Secob, a antiga tubulação não mais suportava o volume da água recebida durante o período de chuvas mais fortes, ocasionando inundações na área, dificultando a passagem de pedestres e o tráfego de veículos de passeio e ônibus. A obra está avaliada em R$ 180 mil.

Segundo o coordenador de Obras da Secob, José Benício da Silva Filho, trata-se de uma antiga reivindicação dos moradores da Rua Manoel Paulino, iniciada desde que as águas, provenientes do Riacho do Itararé, começaram a invadir as casas desse logradouro durante o período de chuva intensa. Outro problema, apontado pelo engenheiro José Benício, é o das construções irregulares existentes nas proximidades do riacho do Itararé. Por conta dessas construções, a tubulação mais antiga foi estrangulada, deixando de captar toda a água.

“As construções irregulares contribuem para que existam inundações na rua e também nas residências. No último inverno a Rua Manoel Paulino foi bloqueada por móveis que foram arrastados pelas águas provenientes do Riacho do Itararé. Alguns moradores perderam seus pertences e uma casa foi invadida e destruída pela força das águas da chuva”, revelou Benício.

A obra consistirá na coleta da água pluvial, que vem da Rua Engenheiro Saturnino de Brito (Catolé), evitando o desvio pela Rua Manoel Paulino. Para isso, será colocada uma tubulação, de mil milímetros de diâmetro, para captar o excesso de água das chuvas que não é mais suportado pela antiga tubulação. A tubulação antiga continuará operando, porém, o excesso de água será captado pela nova tubulação. “Será feito um ‘by pass’ – passagem secundária. Vamos captar essa água e jogar no antigo canal. Nós vamos desviar parte dessa água para que as águas não invadam mais as residências da Rua Manoel Paulino”, explicou Benício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO