Prefeitura lança o “Capacitar Campina” no dia 09 no Complexo Aluízio Campos

capacitar_campinaA Prefeitura de Campina Grande estará lançando, dia 09 próximo, às 15h, no Complexo Aluízio Campos, o programa Capitar Campina,  que objetiva nesta primeira etapa qualificar cerca de mil pessoas para o mercado de trabalho e para iniciativas de próprio negócio.

Custeado com recursos da própria Prefeitura, o Capacitar envolve apoio de várias secretárias e órgãos municipais e foi projetado na perspectiva de atender a atual demanda da economia local, carente de trabalhadores qualificados para atuar em diversos setores.

O projeto técnico pressupõe a viabilização da qualificação e empregabilidade da população do Município, sobretudo a que se encontra em situação de vulnerabilidade social, oferecendo-lhes condições de melhorar seu potencial de empregabilidade e a qualidade de vida.

Atualmente, conforme informou a coordenadora do projeto, Marcela Borges Lucas de Araújo, cerca de 800 pessoas já foram  cadastradas, através de clubes de mães de seus respectivos bairros. Para participar do programa,  os interessados devem enquadrar-se nos critérios estabelecidos, e passarão receberão mensalmente, uma bolsa de R$ 80,00 (oitenta reais), enquanto permanecerem vinculados ao Programa, uma duração média de três meses por curso.

Para integrarem-se ao programa devem os interessados,   enquadrarem-se nos seguintes critérios: está  desempregado; ser comprovadamente alfabetizado; não ser beneficiário de outros programas municipais similares e que tenha renda per capita convivente de até R$ 200,00 (duzentos reais).
Os cursos serão ofertados em diversos espaços da cidade, de forma a atender demandas de comunidades. Terão como locais de funcionamento, à princípio, os Clubes de Mães, Sociedades de Amigos de Bairro – SAB e Associações que tiverem estrutura e equipamentos adequados, além do Centro Profissionalizante Antônio Carvalho Sousa – CEPACS, da Vila do Artesão, do Horto Florestal Municipal, da Fundação CDL CG e do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS do Distrito Galante, onde ocorrerá o cadastro e o acompanhamento de alunos e alunas nos cursos, bem como a divulgação e a viabilização destes.

O acompanhamento do processo de qualificação profissional será realizado continuamente, através de visitas técnicas, do apoio pedagógico, com todos os encaminhamentos que se fizerem necessários para a integralização dos egressos dos cursos no mercado de trabalho, bem como aqueles que pretendam atuar como microempreendedores.

 Com m´dia de 160horas, os  cursos  aplicados irão qualificar nas áreas Artesanato e Tecnologia, cuidadores de idosos ,de crianças e adolescentes; jardineiro, padeiro, maquiagem, manicure, pedicure, vendedor  externo e externo, auxiliar de escritório, dentre outro oferecidos pelo programa.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO