Prefeitura realiza encontro com órgãos de trânsito para planejamento do Maio Amarelo

preparativos_maio_amarelo

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da divisão de educação de trânsito da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), realizará na manhã dessa terça-feira, 05, no auditório da Vila do Artesão, a primeira reunião de planejamento para as ações do Movimento Maio Amarelo 2016. Sob a coordenação do superintendente da STTP, Félix Neto, o encontro tem como objetivo traçar as ações da agenda positiva do movimento, com uma vasta programação para todo o próximo mês de maio.

Faltando poucos dias para a chegada do mês que marca a mobilização mundial, as reuniões preparatórias, assim como a definição da agenda de atividades, novos apoios e compromissos se intensificam. Além de Campina Grande, cidade pioneira com a mobilização na Paraíba, a contagem regressiva para o Movimento Maio Amarelo já está em andamento em muitas cidades da Paraíba.

O Maio Amarelo é um movimento internacional, que surgiu no Brasil e está sendo levado para várias cidades, sendo realizado em ruas, escolas, entidades públicas e privadas, conquistando novos parceiros e sensibilizando a sociedade como um todo. O objetivo é colocar em evidência o debate sobre a questão da segurança no trânsito, ações de prevenção de acidentes e de mortes nas vias e a conscientização para que tenhamos um trânsito mais seguro.

Dentre as instituições que aderiram ao projeto do Movimento Maio Amarelo estão a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Sesi, Senai, 2º BPM, CPTRAN, Hospital de Trauma, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran, DER, Sest-Senat, União Campinense de Equipes Sociais (UCES), Programa Mexe Campina e a Associação de Motoclubes.

O Movimento Maio Amarelo é uma ação que envolve a participação do poder público e da sociedade civil para colocar na pauta das discussões o tema acidentes de trânsito. Mais do que chamar a atenção da sociedade sobre os altos índices de mortes, feridos e sequelados permanentes, por conta de acidentes de trânsito no Brasil e no mundo, a intenção é mobilizar órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, efetivamente, discutir o tema. Outra meta é o engajamento em ações e a propagação do conhecimento, abordando toda a amplitude da questão dos deslocamentos mais seguros.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO