Prefeitura retoma inscrições para o Complexo Aluízio Campos

retomada_inscricoes_aluizio_camposApós o feriado de Finados, a Prefeitura de Campina Grande retomou na manhã desta terça-feira (3) o processo de inscrição para os interessados em adquirir uma das 4,1 mil casas que estão sendo construídas no Conjunto Habitacional do Complexo Aluízio Campos, no bairro do Ligeiro. As inscrições acontecem no ginásio “O Meninão”.

Com toda estrutura montada, o serviço de cadastramento dos futuros mutuários transcorre dentro da normalidade, com relação ao ritmo que vinha sendo mantido. Dentro deste contexto, até às 12 horas desta terça-feira, conforme informou a coordenação  711 inscrições já tinham efetuadas.
Os trabalhos acontecerão até a próxima sexta-feira (6), obedecendo sempre ao mesmo horário: das 8h às 16h, sem intervalo para o almoço. Também será mantido o mesmo esquema de apoio e segurança para as pessoas que procuram o ginásio para receber as fichas e prosseguir com o processo de inscrição.

Dia Especial – O prefeito Romero Rodrigues também determinou um dia especial de atendimento dedicado às pessoas que são portadoras de necessidades especiais, idosas e grávidas. Esse cadastramento exclusivo será no dia 9 de novembro e acontecerá também no Ginásio de Esportes “O Meninão”. Assim, como nos dias em que ocorrem as atuais inscrições, será mantida toda estrutura de apoio para melhor receber os interessados em adquirir um imóvel próprio.

Batizado de Complexo Aluízio Campos, o local onde estão sendo construídas as casas terá ainda três creches, duas escolas, duas Unidades Básicas de Saúde da Família e duas praças com academia. Os serviços são executados pela Construtora Rocha.  O Complexo Aluízio Campos está localizado no bairro do Ligeiro, entre Campina Grande e Queimadas, às margens da BR-104, tendo características de uma comunidade com acessibilidade, moderna e sustentável.

Além das moradias, centenas de empresas vão se instalar no local, dando oportunidade de trabalho aos próprios moradores. No local, também haverá a instalação de uma Tecnópolis, destinada a integrar agentes e produtores de tecnologia. O setor será integrado por um complexo de pesquisa e fabricação de equipamentos dotado dos mais avançados padrões tecnológicos.

Todo o projeto do conjunto habitacional está orçado em aproximadamente R$ 300 milhões, oriundos do Governo Federal, e terá uma contrapartida de R$ 23 milhões da Prefeitura Municipal, que adquiriu o terreno onde o conjunto é construído.

As casas terão sala para dois ambientes, cozinha com área de serviço, dois quartos e banheiro. Ainda conforme o projeto, as unidades terão acessibilidade e receberão um sistema de aquecimento solar nos chuveiros. A gestão municipal ainda fará investimentos na infraestrutura da área, que receberá os serviços de pavimentação, esgotamento sanitário, drenagem e sistema de eletrificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO