Procon constata diferença exorbitante entre preços de artigos decorativos natalinos

decoracao_natalO Procon de Campina Grande realizou uma pesquisa de preços envolvendo artigos de decoração e produtos típicos do período natalino, visto que, final de ano é sinônimo de compras para a maioria dos consumidores. A pesquisa constatou diferenças significativas de preços entre os itens de decoração de Natal.

Seis estabelecimentos de Campina Grande foram usados como referência e os itens pesquisados foram as tradicionais árvores de Natal, bolas, pisca, laços e fitas. Para se ter uma ideia, uma árvore de tamanho médio sai por R$ 14,99 em um determinado estabelecimento. Já em outro pode sair por até R$ 614,00, uma diferença de R$ 599,01 (quinhentos e noventa e nove reais). Já a  árvore grande pode custar entre R$ 59,90 e R$1.716,00, uma economia de R$1.656,10 para o consumidor.

Na pesquisa, disponibilizada pelo Procon, é possível observar que existem árvores de natal em tamanhos grandes que possuem um preço menor do que a árvore pequena. O consumidor que pesquisar poderá levar para casa uma árvore de porte maior pagando menos.

Para o coordenador executivo do órgão, Paulo Porto, algumas diferenças, especialmente as mais significativas, podem estar relacionadas com as distinções nos produtos relativos à matéria-prima utilizada ou características técnicas. Porém, ressalta que a pesquisa ainda é a melhor forma de economia. “Nesse sentido, fica claro que o melhor a se fazer é pesquisar para que  o consumidor consiga adquirir produtos com a melhor relação custo-benefício”, afirmou.

Segundo o coordenador, para coleta dos dados não foi considerado o material para confecção da árvore, apenas os tamanhos. Dentre os artigos de decoração dessa época, o mais procurado é o presépio natalino. Os de tamanho médio podem ser encontrados com preços que variam entre R$ 35,00 e R$ 49,99 e presépios de porte grande têm preços médios que variam entre R$ 184,00 e R$ 613,49. Os bonecos para decoração custam entre R$ 10,39 e R$ 134,89. Os festões e correntes podem ser encontrados custando em média R$ 2,69 até R$ 7,70.

Durante as compras, é importante que o consumidor observe atentamente os produtos para não correr o risco de insatisfação, pois o fornecedor só é obrigado realizar a troca caso apresente defeitos. O Procon também alerta os consumidores campinenses  com relação às compras feitas pela internet. “Poucos consumidores sabem, mas todos têm o direito de arrependimento, que garante um prazo de sete dias para desistir da compra, contados a partir do recebimento do produto”, informou o Coordenador. O direito de arrependimento vale para qualquer produto ou serviço e não precisa haver defeito, os custos da devolução devem correr por conta do estabelecimento que ofertou o produto.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO