Programa de Inseminação Artificial reforça genética do rebanho bovino

rebanho_bovinoOs criadores de animais de toda a zona rural de Campina Grande estão sendo beneficiados com o Programa de Inseminação Artificial (Proinsa). Aliado a este programa, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura, desenvolve ações de silagem, com produção e conservação de forragem para alimentação animal, beneficiando o gado, sobretudo em períodos de estiagem.

De acordo com Miguel de Melo Oliveira, coordenador do Proinsa, o programa já beneficiou, só em São José da Mata, de 2013 até hoje, 60 criadores. Segundo ele, nas propriedades rurais do distrito, 92 animais foram inseminados, gerando 16 crias das raças gesy e holandesa, caracterizadas pelo excelente nível de produção leiteira.

Na companhia do coordenador do programa, o secretário de Agricultura do Município, Fábio Medeiros, esteve na manhã desta quarta-feira, 27, visitando diversas comunidades rurais de São José da Mata, quando constatou os resultados gerados através de ações implantadas pela PMCG.

“O resultado tem sido satisfatório, pois a atividade de inseminação artificial reforça a qualidade genética do nosso rebanho, mesmo porque são desenvolvidos, diariamente, exames de ultrassom e de sangue dos animais selecionados, tudo sendo feito mediante pareceres veterinário e técnico. Além disso, temos o reforço da silagem, contribuindo com a alimentação de qualidade de todos os animais que estão nascendo”, afirmou o secretário.

Segundo Fábio Medeiros, iniciativas deste tipo já beneficiam 55 comunidades rurais de Campina Grande, além de áreas periféricas, como a do Marinho. Ele garantiu que quem dispõe de animais pode efetivar o devido cadastro na Secretaria de Agricultura, sendo beneficiado com mais este programa inovador do Município.

“Atendendo-se à determinação do prefeito Romero Rodrigues, a zona rural volta a ser lembrada. Hoje temos ações como silagem, distribuição de palmas, recuperação de dessalinizadores, reforço hídrico, limpeza de barreiros, investimento com trator de esteira e muitas outras, a exemplo da futura compra de mais duas ensiladeiras”, destacou.

Fábio garantiu que os programas não são implantados aleatoriamente, havendo amplo acompanhamento técnico. Como se não bastasse tudo isso, a PMCG está investindo na formulação de parcerias com a Embrapa, Instituto do Semi-Árido e outras instituições técnicas ou científicas visando à melhoria da qualidade de vida e de trabalho dos que moram na zona rural campinense.

Criadores reconhecem esforço da PMCG

O proprietário da Fazenda Virgem dos Pobres, em São José da Mata, Sandro Bernardino do Nascimento, garante que tem sido muito positivo o trabalho de inseminação animal, pois dos seus oito animais inseminados, três já deram cria, sendo gerados dois machos e uma fêmea.

“Sou muito grato ao prefeito Romero e sua equipe, que trouxeram para o nosso meio este avanço que nenhum outro governo fez por nós. Agora, com este apoio, vamos aumentar o nosso rebanho e ter a garantia de que os animais que estão nascendo vão ter a ração necessária para crescer com muita força e saúde. Isso é um progresso e garantia de um grande direito que nos é dado. Faz mais de 40 anos que moro aqui e nunca tinha visto nada igual”, afirmou.

Por sua vez, o agricultor Eduardo Barbosa de Brito, do Sítio Monte Alegre, lembrou que desde o inicio de 2013 a comunidade vem sendo contemplada com muitos benefícios, entre eles o uso de trator cedido pela PMCG para o corte da terra, forragem, produção de palma, implantação de cisternas e muito mais. “Finalmente, estamos tendo o tratamento que tanto esperávamos alcançar”, comemorou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO