Projeto Fé e Cultura da Diocese de Campina realiza Missa Solene em homenagem ao Dia de Santo Antonio

missa_soleneA Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição de Campina Grande realizou na tarde dessa segunda-feira, 13, missa solene em homenagem a Santo Antonio. A Celebração faz parte do Projeto Fé e Cultura e foi presidida pelo Pároco, Luciano Guedes, concelebrada pelo Padre, Van Victor, e teve a participação da cantora Inaldete Amorim que interpretou clássicos da música nordestina em tributo ao Santo casamenteiro.imagem

A liturgia da Santa Missa contou com elementos rítmicos que fazem referencia ao Maior São João do Mundo. Na oportunidade padre Luciano Guedes relatou que estava sendo uma alegria tornar a celebração um ato cultural com expressões dos costumes nordestinos, “Na cidade d’O Maior São João do Mundo a catedral deve ter também esse aspecto, o Projeto Fé e Cultura vem exatamente para acrescentar esse lado religioso aos festejos”, disse o Pároco.imagem

Durante a Homilia o padre, Luciano Guedes lembrou a trajetória de vida de Santo Antonio de Pádua, que de acordo com a tradição católica era um jovem que nasceu no século XII na cidade de Lisboa, capital portuguesa, e pertencia a uma família rica; porém dedicou-se a estudar teologia se empenhando em praticar as escrituras, largou sua vida luxuosa para distribuir pães aos mais humildes da época e procurou alimentar os desprezados por meio de suas pregações.imagem

O Teatro João Paulo II, que pertence a Diocese, levou a Bíblia até o altar trajados com características típicas do povo nordestino, o que encantou os fiéis presentes na celebração. Na ocasião, houve a bênçãos dos pães que faziam referencia a atitude de Santo Antonio, para que os cristãos possam ter fartura e esperança ao longo do ano.imagem

O ponto alto da Santa Missa foi à participação da cantora Inaldete Amorim, que se sentiu lisonjeada pelo convite do padre Luciano Guedes para representar os artistas campinenses. A  interprete emocionou ao cantar canções que descrevem a alegria e o sofrimento do povo nordestino, “Os festejos juninos fazem parte da minha carreira, é uma emoção participar desse momento religioso na nossa catedral”, disse Inaldete Amorim.

imagem

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO