Projeto inovador poderá injetar recursos no Instituto de Previdência dos Servidores Municipais

A prefeitura de Campina Grande conta com projeto de instalação de um parque de produção de energia eólica, cujos recursos serão destinados, em parte, para o Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (Ipsem). Foi o que garantiu na tarde desta terça-feira, 7, durante o programa “Alô, Prefeito”, da Rádio Caturité, o presidente daquele órgão, Antônio Hermano.

“De fato, o prefeito Romero Rodrigues, de forma criativa, está buscando gerar recursos, por meio de parcerias e projetos inovadores, objetivando investir na previdência municipal. Por isso, a ideia de instalação de um parque que produza energia a ser vendida às concessionárias será de grande importância para a nossa comunidade. Com isso, parte destes recursos servirá para abater ou amenizar o déficit atuarial do Ipsem. Será, sem dúvida, um projeto revolucionário em nossa cidade”, pontuou.

Segundo o presidente, o Ipsem conta com reservas técnicas da ordem de R$ 25 milhões, mas tudo o que for feito para a manutenção do órgão será muito bem vindo. Garantiu, por outro lado, que o instituto já esteve em fase crítica, no inicio da atual gestão, por conta do fato do prefeito Romero Rodrigues ter recebido uma “herança maldita”, levando-se em conta que o governo passado deixou débitos da ordem de R$ 45 milhões, mas este montante tem sido paulatinamente pago pela administração municipal.

Antônio Hermano assegurou, porém, que não existem riscos do aposentado deixar de receber seus benefícios, mesmo porque, no governo atual, o pessoal inativo tem sido alvo da máxima atenção. Tal tratamento é comprovado pelo fato de que, mensalmente, a própria folha salarial é iniciada com esta categoria, conforme orientação do prefeito Romero Rodrigues.

Fonte Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO