Projeto ‘Lendo é que se faz’ comemora o Dia do Meio Ambiente

Na manhã desta quarta-feira (3), Dia Nacional da Educação Ambiental, uma representação de alunos das Escolas Municipais Petrônio Figueiredo, Apolônia Amorim, Liliosa Barreto e Selma Agra Vilarim participarão das atividades comemorativas aos Dias da Educação Ambiental (3) e do Meio Ambiente (5), nas instalações do INSA – Instituto Nacional do Semiárido, desenvolvidas pelo Projeto ‘Lendo é que se faz’.

O projeto de iniciativa à leitura e inclusão produtiva  visa o desenvolvimento na escola e comunidade ações de incentivo à leitura e à capacitação para inclusão produtiva com uso da Minibiblioteca como ferramenta de apoio didático-pedagógico é o resultado de uma parceria entre o INSA e a Prefeitura Municipal de Campina Grande através das Secretarias de Educação e Agricultura e a Embrapa.

As atividades serão iniciadas às 8h, no auditório do INSA, com a história “O segredo da lagartixa”, seguida da música ‘O Abraço’, com a equipe da Brinquedoteca. Após a história os alunos serão divididos em três oficinas com os temas: Lixo (orgânico e reciclável); Sementes e animais do semiárido; e Água.

Paulo Luciano e Valéria Silva (INSA) são os responsáveis pela oficina que tem como o tema: lixo, eles farão uma apresentação oral de como fazer uma compostagem e a prática na terra.

Na oficina de ‘Sementes e animais do semiárido’, as mediadoras Calina Lígia (Ecoteca) e Cláudia Mara (INSA), farão uma dinâmica com brincadeiras e palavra cruzada do livro “Brinque com Ciência, Biomas do Brasil” do acervo da Minibiblioteca, e apresentação de algumas sementes do semiárido brasileiro.

O tema água será apresentado pelos mediadores Robênia Cruz (SEDUC), Cláudia Reis e Felipe (INSA) vão falar sobre os reais e atuais problemas do Açude de Boqueirão e visita aos experimentos na sede do INSA, tais como: água residuária e captação de água de chuva.

Participam do projeto as escolas municipais São Clemente, Petrônio Figueiredo, Apolônia Amorim, Liliosa Barreto, Selma Agra Vilarim, João Francisco da Mota, Adalgisa Amorim e Paulo Freire. E as escolas estaduais Major Veneziano Vital do Rego e Maria Augusta Lucena Brito.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO