Ronaldo Filho rebate críticas de Veneziano e lembra desmandos administrativos de ex-prefeito

ronaldo_filhoPMCGO vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), reagiu duramente às críticas do ex-prefeito e deputado federal eleito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) à gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), em entrevista nesta sexta-feira, 30. Segundo Veneziano, a cidade estaria atestando dois anos de “paralisia” por parte da atual administração municipal.

“O ex-prefeito, que deixou a cidade numa situação lamentável ao final de seus oito anos de mandato, subestima a memória do povo e investe com má fé ou desinformação contra uma gestão que, ao contrário da sua, é operosa, íntegra e com um respeitável volume de obras em todos os setores do município”, reagiu Ronaldo Filho.

Para o vice-prefeito campinense, a gestão anterior impôs à cidade um inesquecível legado de inapetência administrativa, bem visível na memória popular com as imagens de lixo acumulado nas ruas, escolas sucateadas, servidores no SPC por apropriação indébita de recursos que deveriam ser repassados a bancos e uma série de outras irregularidades.

Para Ronaldo Filho, ao contrário de uma gestão marcada pela incapacidade e escândalos, a administração de Romero Rodrigues consegue emplacar, em dois anos, o que em oito anos o governo anterior não conseguiu executar. A pavimentação de mais de 150 ruas; pagamento absolutamente em dia do funcionalismo; estruturação de um conjunto habitacional com mais de quatro mil unidades, além da entrega de 2 mil casas; novo Distrito Industrial, com condições de instalação de mais de uma centena de empresas; entrega de 18 ônibus escolares; pagamento integral do Piso Nacional para os professores e uma série incontável de obras e ações.

Na área da saúde, alias, o governo Romero fez o caminho inverso da gestão anterior: investiu no fortalecimento da rede pública. “Na administração que nos antecedeu, hospitais foram fechados. Temos a alegria de ter adquirido e evitado o fechamento do Pedro I, do Dr. Edgley e entregue a Policlínica, além de avanços nos serviços da média complexidade”.

“O Brasil, a Paraíba e Campina Grande, especialmente, nos próximos dias, terão conhecimento das verdadeiras razões que levaram o Governo anterior a um nível de descalabro administrativo, descontrole nos gastos e desvios de recursos. Enquanto isso, continuaremos a realizar o que nos propusemos e a cidade tem constatado: trabalho incansável, muitas conquistas e nenhum tempo a perder com quem não tem autoridade nenhuma para criticar quem está empenhado em preparar Campina para o futuro”, declarou Ronaldo Filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO