São João é tema de atividades e apresentações culturais nas escolas municipais

Como forma de manter vivas as tradições culturais do Nordeste e envolver crianças e adolescentes nos festejos juninos, as escolas municipais de Campina Grande também entraram no clima d’O Maior São João do Mundo, que virou tema de estudos e apresentações culturais durante o mês de junho. Seguindo o planejamento da Secretaria de Educação do Município (Seduc) para o ano letivo, aspectos históricos, econômicos e culturais de uma das maiores festas populares do país estão sendo trabalhados nas escolas, dentro do tema escolhido para nortear as atividades do bimestre em todo o Sistema Municipal de Ensino, que é “Meio Ambiente e Diversidade Cultural: Conhecendo nossas raízes e nossa história”.

Na Escola Municipal Fernando Cunha Lima, por exemplo, os professores fizeram uma consulta junto aos alunos para que a abordagem sobre os festejos juninos fosse realizada de acordo com a curiosidade das crianças.

Durante o planejamento, cada turma ficou responsável por apresentar um projeto junino e as atividades escolhidas foram dança, poesias e cantigas, que ajudaram os alunos a aprender, de forma lúdica, o contexto histórico do São João e como surgiu a festa. “Cada momento foi para enriquecer ainda mais a sabedoria dos alunos, além de orgulhar os pais”, disse a gestora da Escola, Aurisete Almeida.

imagem

As atividades em alusão ao período junino também estão sendo realizadas nas creches municipais. Uma delas, a Beatriz Hamad Gomes, comemorou o período junino com apresentações de dança. Para envolver ainda mais as crianças, os professores também abordaram a culinária regional e a agricultura local, com a plantação de milho que depois se transformou em banquete na festa de São João.

Durante o mês, as crianças também participaram de atividades externas, receberam visitas de quadrilhas juninas profissionais e conheceram melhor outros aspectos envolvendo a história e as tradições da festa.

QUADRILHÃO – Ainda vivenciando o São João, quase 500 alunos, de 15 escolas municipais, participaram nesta quarta-feira, 14, do “Quadrilhão Junino”, que pelo quinto ano consecutivo foi considerado pelo Instituto RankBrasil a maior quadrilha junina do mundo. Segundo a diretora técnico-pedagógica da Seduc, Vera Lúcia Passos, tanto a participação no evento quanto o trabalho desenvolvido nas escolas e creches durante o período junino são fundamentais para a preservação e difusão das tradições nordestinas. Na avaliação de Vera Passos, essas atividades despertam, nos alunos, o envolvimento com suas raízes e os transformam em agentes multiplicadores das lições aprendidas no ambiente escolar.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO