Saúde capacita servidores para implantação de prontuário eletrônico e marcação informatizada de exames e consultas

A Secretaria de Saúde de Campina Grande está capacitando os servidores da Rede de Atenção Básica de Saúde do município para o processo de modernização no atendimento, acompanhamento e marcação de consultas e exames das Unidades Básicas de Saúde da cidade. Durante esta semana, centenas de profissionais estão sendo treinados para a implantação do prontuário eletrônico e do novo sistema regulador de marcações.

Com a nova medida, os pacientes atendidos nas unidades terão seus dados de atendimento nas consultas informatizados, assim como as receitas, requisições e encaminhamentos para outros médicos especialistas. Os Agentes Comunitários de Saúde também terão acesso a essas informações e, por meio de tablets, vão incluir no histórico de cada paciente as informações de cada visita domiciliar aos usuários.

Os ACS estão sendo capacitados para o trabalho com o tablet e os profissionais das unidades para o trabalho com o prontuário eletrônico. “Isto significa uma nova formatação do trabalho. Do antigo prontuário impresso vamos passar a uma era em que as informações de cada pessoa vão ficar em uma nuvem e vão possibilitar uma continuidade no acompanhamento e no tratamento desses pacientes, criando um histórico acessível em qualquer unidade de saúde do município”, explicou o Gerente de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Miguel Dantas.

Além do prontuário, outra novidade que já está sendo apresentada aos trabalhadores da saúde é o novo Sistema de Regulação (Sisreg). Por meio dele, os funcionários das unidades podem marcar consultas e exames diretamente nas UBS, sem a necessidade de encaminhamento para marcação na Secretaria de Saúde. Desse modo, muitos usuários das unidades já saem com a consulta ou o exame marcado ao fim do atendimento médico, sabendo o dia e a hora do próximo procedimento. Essa realidade já está sendo praticada em algumas unidades.

“O Sisreg também permite que cada unidade utilize cotas mensais para cada tipo de procedimento, evitando o engerrafamento de pedidos de exames e consultas, o que gerava uma fila de espera gigantesca, e garantindo que todas as UBS tenham disponibilidade de todos os tipos de procedimentos, além de evitar que pessoas de outros municípios façam uso do atendimento e das marcações que são exclusivas para as comunidades campinenses”, avaliou Miguel Dantas.

Para a aplicação do prontuário eletrônico e do sistema regulador, a Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio de programas do Governo Federal, está investindo R$ 2 milhões no contrato de serviço pelos 700 equipamentos entre tablets, notebooks, impressoras e rede, além do suporte e manutenção. “Estamos dando um passo em frente, modernizando o nosso sistema de atendimento e de encaminhamento na rede básica, que representava um grande gargalo na saúde municipal. Planejamos este avanço desde 2013 e vamos conseguir efetivar plenamente em 2018”, disse Miguel.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO