Secretaria Municipal da Assistência Social contabiliza mais de 200 mil procedimentos e atendimentos

A Secretaria da Assistência Social de Campina Grande (Semas), que tem sua sede administrativa localizada no bairro do Alto Branco e suas unidades de atendimento instaladas em quase todos os bairros e distritos da cidade contabilizou, no decorrer deste ano, 215.876 atendimentos sócios assistenciais em todas as suas unidades.

As unidades da Casa da Esperança, que recebem crianças em vulnerabilidade social e que são encaminhadas pela Vara da Infância, contabilizaram 340 atendimentos. E foi também inaugurada mais uma unidade, neste ano, para atender recém-nascidos.imagem

“Por determinação do prefeito Romero Rodrigues inauguramos mais uma unidade das Casas da Esperança e nos orgulha receber o reconhecimento da Vara da Infância, como também da Promotoria da Infância e da Juventude e de outras cidades que se dirigem até Campina Grande para aprender com nossos técnicos”, disse a deputada estadual licenciada e atual secretária municipal de Assistência Social, Eva Gouveia.

Já as unidades de acolhimento que atendem moradores em situação de rua (unidade Irmã Zuleide Porto; Casa de Passagem Infanto Juvenil; Centro POP e Ruanda), atenderam e encaminharam 939 pessoas neste ano.imagem

O Centro de Convivência do Idoso e a Gerência do Idoso contabilizaram vários atendimentos e ações em 2017. Foi realizado o 1º Fórum do Envelhecimento, a 1ª Corrida do Idoso, a 1ª Gincana da Convivência, o Quadrilhão, a Campanha Contra a Violência à Pessoa Idosa e também foram atendidas 9.224 pessoas. E no Espaço Cidadão, localizado no bairro das Malvinas, receberam atendimento 3.747 pessoas.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, localizado nos bairros de Bodocongó e da Glória, como também nos distritos de Galante e São José da Mata, atenderam 41.999 usuários. Enquanto no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil foram contabilizados 1.819 atendimentos.imagem

Os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), que estão localizados nos Bairros Jardim Borborema, Galante, Glória, Liberdade, Mutirão, Palmeira, Pedregal, Ramadinha, Três Irmãs e no Distrito de São José da Mata, atenderam 26.291 situações de vulnerabilidade social.

Já os Centros de Referência Especializados em Assistência Social (CREAS), localizados nos bairros da Liberdade, Presidente Médici e Alto Branco, atenderam 13.102 situações de vulnerabilidade social no período de janeiro a novembro deste ano.imagem

Uma das unidades mais procuradas pela população é o Cadastro Único, localizado no bairro da Prata e que atende os beneficiários do Bolsa Família, BPC e o cadastramento do NIS (Número de Identificação Social), entre outros atendimentos. Segundo o coordenador do Cadastro Único, Rubens Nascimento, foram atendidos 90.000 usuários no ano de 2017.

Outra unidade da Semas bastante procurada é o SINE, que ganhou sede nova, localizada no Museu Vivo da Ciência e Tecnologia, às margens do Parque Evaldo Cruz, no bairro São José. Segundo o coordenador do Sine, Hércules Lafite, foram contabilizados 32.162 atendimentos entre vagas captadas, encaminhamentos, colocações e trabalhadores cadastrados.

imagem

A Semas também colocou em execução, em parceria com o Governo Federal, o Programa Criança Feliz, além de ampliar, reformar e modernizar a Casa dos Conselhos. E dentro da política da proteção básica e especializada realizou a Ação Intersetorial, durante o Maior São João do Mundo, a Campanha de Combate à Exploração Sexual e Trabalho Infantil, o Projeto de Diagnostico LGBT, a Ceia Pascal para moradores em situação de rua na Praça da Bandeira e inaugurou o Centro Dia, o primeiro no Brasil especializado no atendimento às famílias que têm crianças portadoras de microcefalia, localizado no bairro Universitário.

“Foi um ano difícil, mas tivemos total apoio do prefeito Romero Rodrigues para que todas as nossas unidades funcionassem perfeitamente e, além disso, tivemos inaugurações e ampliações”, destacou Eva Gouveia, que fez questão de agradecer a todos pelos servidores e bom atendimento prestado à população de Campina Grande.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO