Secult participa do Encontro Nacional para Salvaguarda das Matrizes do Forró

lula_Salvaguarda-_Matrizes_Forro

O secretário de Cultura de Campina Grande, Lula Cabral, participou, nesta quinta-feira, 11, em João Pessoa, do Encontro Nacional para Salvaguarda das Matrizes do Forró, que mobilizou músicos, agentes culturais e pesquisadores, para registrar o ritmo como Patrimônio Cultural e Imaterial do Brasil.

O evento foi promovido pela Associação Balaio Nordeste, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artísitico Nacional na Paraíba (Iphan-PB) e contou com representantes de vários Estados do Nordeste, do Rio de Janeiro, do Distrito Federal e de São Paulo. Representando Campina Grande, além do secretário municipal de Cultura, participaram do evento os forrozeiros Biliu de Campina e Edmar Miguel.

Segundo Lula Cabral, o encontro visa a elaborar uma carta de diretrizes, apresentando questões e demandas da comunidade forrozeira perante o poder público, reconhecendo, oficialmente, o ritmo que há mais de um século contribui para a identidade nordestina e nacional.

“Nossa proposta é que, durante a edição de 2016 d´O Maior São João do Mundo ocorra, em Campina Grande, uma ampliação da discussão, com os artistas do gênero, para apoio e ampliação das propostas”, revelou Lula Cabral.

O pedido de reconhecimento como patrimônio cultural e imaterial do Brasil, surgiu no ano de 2011, em meio a diálogos da Associação Balaio Nordeste, com forrozeiros atuantes no Estado da Paraíba que passaram a organizar o Fórum Forró de Raiz.

imagem

imagem

imagem

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO