SMS inicia campanha de prevenção à Aids nesta segunda

aidsEsta segunda-feira (1) é o Dia Mundial de Luta contra a Aids, e a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campina Grande dará início a uma campanha de prevenção ao vírus. Serão ofertados testes rápidos de diagnóstico de segunda até a quinta-feira na Praça da Bandeira, no Centro da cidade, e em Unidades Básicas de Saúde. Os testes serão oferecidos nos períodos manhã e tarde.

“É uma testagem rápida e discreta. Dispomos de tendas e um carro fechado onde as pessoas fazem os testes sem serem reconhecidas por ninguém e damos o resultado em questão de minutos”, explicou o técnico da Coordenação Municipal de Prevenção a DST, Aids e Hepatites Virais, Silvestre Maia. O Município foi um dos primeiros na Paraíba a disponibilizar o teste do fluido oral pelo SUS. Menos invasivo, o procedimento é realizado com a saliva.

Algumas UBS já oferecem diariamente os exames para detecção do vírus HIV e eles estão sendo incorporados aos serviços das unidades aos poucos desde 2013. Somente no ano passado, foram realizados mais de 10 mil testes, contra pouco mais de 900 feitos em 2012. Até o fim de 2014, o teste deve ser aplicado em pelo menos 15 mil pessoas. Como consequência, nos primeiros sete meses de 2014, 76 campinenses tiveram diagnóstico de HIV, o que representa 46,6% a mais que o total de notificações no mesmo período do ano passado, quando foram confirmados 52 novos casos.

Segundo Silvestre, com a descoberta mais precoce da doença, o número de mortes caiu. Entre janeiro e setembro de 2013 foram 20 vítimas e no mesmo período de 2014 foram 8 mortes na cidade. “Quanto mais cedo descobrimos, mais rapidamente iniciamos o tratamento, evitamos mortes e também conseguimos fazer um controle dos efeitos da aids no paciente”, explicou.

Por isso, durante a campanha “Novembro Azul”, que chama a atenção para a prevenção ao câncer de próstata, todas as ações disponibilizaram o teste de HIV. “Como a maior parte dos infectados pelo vírus é do sexo masculino e o ‘Novembro Azul’ é voltado para este público, os testes também eram oferecidos e atingiram uma boa parte dos homens da cidade”, disse Silvestre, ressaltando que dos 76 casos de pessoas com HIV descobertos entre janeiro e julho, 54 eram homens.

Além dos testes, das campanhas e das ações itinerantes de prevenção, a Secretaria de Saúde equipou o Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA, que funciona no Centro de Saúde Dr. Francisco Pinto, no centro da cidade. O laboratório, que é referência no teste de HIV, recebeu em 2014 um certificado de qualidade do Ministério da Saúde. O local também oferece o atendimento de testagem para sífilis e as hepatites B e C.

TRATAMENTO – Quem for identificado com a aids é enviado para o tratamento, que é realizado no Serviço de Assistência Especializada (SAE), na Avenida Floriano Peixoto, n° 204, no bairro Centenário. No local, são realizados atendimentos com médico, psicólogo e assistente social. Também é feita a distribuição do coquetel antirretroviral, além da marcação de exames e consultas especializadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO